Governo do Maranhão cria auxílio emergencial de R$ 500 para órfãos

Governo de Maranhão anuncia novo auxílio emergencial. Nessa quarta-feira (11), a gestão estadual lançou o Programa Cuidar. Trata-se de uma política pública social que tem como objetivo amparar crianças que ficaram órfãos mediante a chegada da Covid-19. Acompanhe os detalhes.

Governo do Maranhão cria auxílio emergencial de R$ 500 para órfãos (Imagem: Fábio Rodrigues Pozzembom/Agência Brasil)
Governo do Maranhão cria auxílio emergencial de R$ 500 para órfãos (Imagem: Fábio Rodrigues Pozzembom/Agência Brasil)

Há mais de um ano o país enfrenta a pandemia do novo coronavírus. Com cerca de 550 milhões de brasileiros mortos, os governos estaduais passaram a ofertar auxílio para os jovens que perderam seus pais. No Maranhão, o Programa Cuidar concederá parcelas de R$ 500 para esse grupo.

Detalhes do Programa Cuidar

Tendo em vista o número de vítimas pela covid-19, o governo do estado lançou um novo auxílio emergencial para ajudar as crianças que perderam seus pais para a doença.

Os contemplados precisam estar em situação de orfandade bilateral, ou seja, ser órfão de pai e mãe, podendo ser beneficiados até completarem a maior idade.

A proposta foi apresentada nessa quarta-feira (11), onde foi assinado o Termo de Cooperação Técnica que específica Protocolo Estadual de Identificação e Proteção às Crianças Órfãs, em consequência da Covid-19. Segundo a gestão do estado, espera-se que o auxílio possa garantir direitos fundamentais para as crianças e adolescentes.

O evento contou com a presença do secretário da Sedes, Márcio Honaiser, e também com Luciana Lira, secretária Nacional de Atenção à Primeira Infância. Por fim, esteve ainda a representante da Câmara Temática da Assistência Social do Consórcio Nordeste, Iris Maria de Oliveira.

Concessão do auxílio em outros estados

Além do Maranhão, há outras regiões do país que estão implementando a política pública social. Na Paraíba, as crianças e adolescentes também órfãs pela pandemia receberão R$ 500 até chegarem aos 18 anos.

“A pandemia nos trouxe perdas irreparáveis e, infelizmente, muitas crianças e adolescentes perderam seus pais para o coronavírus e nós temos o compromisso social de prestar essa assistência e ajudar a eles e seus familiares, garantindo direitos. Esse é um esforço conjunto dos governadores da nossa Região para amparar quem necessita do nosso cuidado e atenção”, disse João Azevedo, governador da Paraíba.

A iniciativa faz parte de um projeto consolidado por meio do Consórcio Nordeste, o Nordeste Acolhe, e deverá ser adotada em todos os estados da região.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Governo do Maranhão cria auxílio emergencial de R$ 500 para órfãos

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA