Câmara aprova saque do FGTS para trabalhadores com mais de 65 anos

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei (PL) nº 5312, de 2019, que permite o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores com 65 anos ou mais. A legislação atual permite que o saque para idosos aconteça somente a partir dos 70 anos. 

Câmara aprova saque do FGTS para trabalhadores com mais de 65 anos
Câmara aprova saque do FGTS para trabalhadores com mais de 65 anos (Imagem: FDR)

O parecer final foi dado pela Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa em caráter substitutivo, após o PL ser apresentado pelo deputado Fred Costa (Patriota-MG). O texto original era de autoria da deputada Flávia Arruda (PL-DF), o qual sugeria a idade mínima de 60 anos baseado no Estatuto do Idoso, mas foi modificado. 

Atualmente o projeto tramita em caráter conclusivo aguardando a apreciação pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Em justificativa à alteração da proposta feita pela deputada Flávia Arruda, o parlamentar explicou que embora o Estatuto do Idoso tenha o objetivo de regulamentar os direitos deste público, a nova sugestão foi dada visando o equilíbrio fiscal.

“A regra hoje não é adequada, pois, muitas vezes, o trabalhador não consegue se aposentar antes de atingir tal idade e, portanto, não pode utilizar os recursos depositados no FGTS”, ponderou Flávia Arruda.

Perante a lei, o saque do FGTS é liberado em ocasiões específicas, como após o trabalhador ser demitido sem justa causa, em caso de aposentadoria, doença grave, aquisição da casa própria ou saque-aniversário. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Você foi selecionado para ter um cartão de crédito, sem anuidade hoje mesmo.
Faça sua aplicação!
277 pessoas solicitando no momento...

Um mesmo trabalhador pode ter mais de uma conta de FGTS. As contas antigas, de vínculos empregatícios anteriores são consideradas contas inativas, enquanto a conta atrelada ao emprego atual se trata da conta ativa. Para ter acesso ao benefício, é preciso ser: 

  • Trabalhadores rurais, inclusive safreiros;
  • Trabalhadores contratados em regime temporário;
  • Trabalhadores contratados em regime intermitente;
  • Trabalhadores avulsos;
  • Diretores não empregados;
  • Trabalhadores que desempenham atividades no lar;
  • Atletas profissionais.

Na situação específica dos trabalhadores aposentados, para que sejam autorizados a sacar o FGTS, não basta apenas atingir a idade de se aposentar, mas também ter contribuído regularmente com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). É importante se atentar, pois os aposentados são regidos por normas distintas quanto ao saque do FGTS. 

É o caso dos trabalhadores que decidiram continuar trabalhando na mesma empresa em que atuavam quando se aposentaram. Neste caso, o FGTS fica disponível para saque mensal. Mas se o trabalhador começar a trabalhar em outra empresa, os valores ficam retidos até que seja demitido sem justa causa.

Para efetuar o saque do FGTS, o aposentado deve se dirigir a uma agência da Caixa Econômica e apresentar a seguinte documentação: 

  • Carta de concessão da aposentadoria emitida pelo INSS;
  • Documento oficial de identificação com foto (RG ou CNH, por exemplo);
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, se houver.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.