Planos da Previdência Privada têm resgate histórico e bilionário

Durante o período de pandemia de covid-19, a população passou a utilizar mais os recursos dos planos da previdência privada. Entre os meses de março do ano passado e maio deste ano, houve o resgate de R$ 110 bilhões, segundo dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

Planos da Previdência Privada têm resgate histórico e bilionário
Planos da Previdência Privada têm resgate histórico e bilionário (Imagem: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

A quantia resgatada durante o período analisado se refere aos fundos de previdência complementar PGBL e VGBL. O valor representa mais de 10% das reservas destas aplicações, que totalizam R$ 1 trilhão. Este foi o maior resgate já feito em um período de 14 meses.

Em entrevista ao Globo, o diretor executivo da Fenaprevi, Carlos de Paula, afirmou que os resgates tiveram a função de uma “válvula de compressão” das finanças dos brasileiros em meio à pandemia.

Neste período, ele ressalta que diversas pessoas perderam o emprego ou tiveram a redução das receitas dos negócios. Mesmo que o resgate seja a última alternativa em previdência, o diretor alega que esta foi a opção que ajudou diversas famílias.

Para alcançar o número recorde de resgates, outros motivos podem ter influenciado, como a migração de valores a outras aplicações e a morte de titulares — que resulta em saques pelos herdeiros.

Já no entendimento de especialistas consultados pelo Globo, a principal razão foi por conta da falta de reservas financeiras

Volume de resgates de planos de Previdência Privada

De todos os meses analisados pela Fenaprevi, março de 2020 teve o maior número de resgates — de R$ 10,1 bilhões. Este foi o período em que houve o início da pandemia de covid-19.

Cabe destacar que esta quantia representa o maior volume mensal desde o início da série histórica, em janeiro de 2005.

Nos meses seguintes, houve o registro de uma desaceleração nos resgates. Contudo, neste ano, diante do agravamento da pandemia, os números voltaram a aumentar. Os primeiros cinco meses deste ano somaram a quantia de R$ 41 bilhões.

Além do mês de março de 2020, os meses que tiveram o maior volume de resgate foram os de março (R$ 8,8 bilhões), abril (R$ 9,1 bilhões) e maio (R$ 8,6 bilhões) deste ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.