Bolsonaro afirma: Novo Bolsa Família terá valor de ‘no mínimo R$300’

Nesta segunda-feira, 19, o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez um novo pronunciamento sobre o novo Bolsa Família. Segundo ele, o benefício deve voltar a ser pago em novembro, logo após o término do auxílio emergencial

Bolsonaro afirma: Novo Bolsa Família terá valor de 'no mínimo R$300'
Bolsonaro afirma: Novo Bolsa Família terá valor de ‘no mínimo R$300’. (Imagem: FDR)

Bolsonaro ainda bateu na tecla de que o valor mínimo do Bolsa Família deverá ser de R$ 300. Ressaltando que a equipe técnica do Ministério da Economia já informou que os cofres públicos não possuem recursos para custear a quantia sugerida pelo presidente, e que o valor médio da bolsa irá girar em torno de R$ 250. 

Lembrando que o valor original da bolsa mensal do programa de transferência de renda é de R$ 192 em média. Portanto, ao fazer uma comparação com a quantia proposta por Bolsonaro, nota-se que haveria um aumento de 56,25%.

Além do que, nenhuma fonte de financiamento foi indicada para se responsabilizar pelas parcelas de R$ 300. 

O novo Bolsa Família foi inserido nas estratégias políticas para a reeleição de Bolsonaro em 2022, mesmo que o programa de transferência de renda tenha sido criado pelo rival declarado, Luiz Inácio Lula da Silva.

Na verdade, nota-se que é justamente por isso que Bolsonaro focou em reestruturar o programa, para modificá-lo e deixá-lo com “a sua cara”. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Você foi selecionado para ter um cartão de crédito, sem anuidade hoje mesmo.
Faça sua aplicação!
277 pessoas solicitando no momento...

Diante de tantas promessas relacionadas ao novo Bolsa Família, o ministro da Cidadania, João Roma, também se manifestou sobre o assunto. Ele contou que também há a intenção de ampliar o número de beneficiários inscritos no novo Bolsa Família. 

“Já em novembro, entraremos com um novo programa social do governo, fortalecido e ampliado, para que os brasileiros possam também avançar cada vez mais não só com o suporte do Estado brasileiro para essa situação de vulnerabilidade, mas que ele possa vencer e avançar na sua situação e na sua qualidade de vida”, concluiu o ministro. 

No início deste mês, um novo texto da reforma tributária foi enviado para análise no Congresso Nacional. Nele há a sugestão de utilizar a arrecadação proveniente da tributação incidente sobre os lucros e dividendos para financiar o novo Bolsa Família

No entanto, seria necessário reduzir a alíquota cobrada pelo Imposto de Renda para as empresas de 20% para 15%. Esta estratégia tem sido abordada com o intuito de impulsionar a aprovação da reforma tributária.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.