Mora em Maceió? Governo vai liberar auxílio exclusivo para estudantes

A Prefeitura de Maceió irá disponibilizar uma espécie de auxílio emergencial para os estudantes da rede de ensino municipal. Denominado de Bolsa Escola Municipal, o benefício já está em vigor desde segunda-feira, 5. 

Mora em Maceió? Governo vai liberar auxílio exclusivo para estudantes
Mora em Maceió? Governo vai liberar auxílio exclusivo para estudantes. (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

A princípio, o auxílio emergencial para estudantes ficará em vigor durante o período de três meses. Existe a possibilidade de prorrogação em caso de necessidade comprovada. 

O auxílio estudantil de Maceió foi dividido em duas categorias, a primeira é voltada a alunos com até seis anos de idade. E a segunda se destina a crianças, jovens, adolescentes, adultos e idosos.

O primeiro grupo receberá três parcelas de R$ 100 cada e o segundo grupo será contemplado pela quantia mensal de R$ 70. 

O requisito básico para ter direito ao auxílio emergencial da capital alagoana é estar matriculado na rede municipal de ensino e ter uma boa frequência escolar.

Posteriormente as inscrições serão abertas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), utilizando o cadastro dos pais ou responsáveis para validar a inscrição dos estudantes. 

A expectativa da Prefeitura de Maceió é a de amparar cerca de 50 mil estudantes da rede de ensino público municipal.

É importante mencionar que apesar de já haver variações nas parcelas de acordo com as faixas de ensino, a quantia também poderá ser afetada de acordo com a quantidade de alunos matriculados em cada família beneficiada. 

Embora um calendário exato ainda não tenha sido divulgado, a previsão é para que os cartões carregados com os valores mencionados sejam entregues no próximo mês. O auxílio poderá ser sacado no prazo de sete dias após a data de liberação do crédito.

O auxílio emergencial tem o objetivo de garantir a segurança alimentar, bem como, condições adequadas de estudo e qualidade de vida para os estudantes.

A maceioense Tâmara de Cássia tem três filhos matriculados na rede de ensino público do município. Sendo assim, com base nos valores oferecidos para cada categoria, ela deve receber cerca de R$ 270. 

Embora a quantia pareça insignificante para alguns, ela deu a seguinte declaração:

“Para mim significa muita coisa porque nessa pandemia eu vendo sururu e está baixando o valor. Estão estudando online e estamos tirando para pagar a internet para eles estudarem”, disse a marisqueira em entrevista reproduzida pelo G1.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.