Governo de Santa Catarina encerra inscrições do auxílio emergencial hoje (23)

Governo de Santa Catarina faz última chamada para inclusão no auxílio emergencial local. Diante da permanência do novo coronavírus, a gestão estadual passará a conceder um abono de R$ 900 para a população de baixa renda. Os interessados devem fazer suas inscrições até esta quarta-feira (23).

Governo de Santa Catarina encerra inscrições do auxílio emergencial hoje (23) (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Governo de Santa Catarina encerra inscrições do auxílio emergencial hoje (23) (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Mesmo com a liberação do auxílio emergencial federal, os governos estaduais estão investindo na realização de programas de transferência de renda. Em Santa Catarina, a população em situação de vulnerabilidade social deve fazer suas inscrições para ter acesso ao benefício.

Onde me candidatar?

Para fazer a solicitação do abono é preciso acessar site do programa SC Mais Renda. Com a página aberta, o sujeito deve passar a preencher o formulário exibido, informando dados de identificação pessoal e comprovantes de renda e residência.

Feito isso, confirme tudo o que foi repassado e clique na aba da validação da solicitação. O governo terá um tempo mínimo para a análise dos registros, com base nos informes presentes no Cadastro Único. A previsão é de que a lista dos aprovados saia na primeira quinzena de julho.

Quem pode participar?

Para ser um contemplado é preciso comprovar sua situação familiar de vulnerabilidade social seguindo os critérios de renda per capita mínima de R$ 89.

Além disso, é válido ressaltar que aqueles que já são contemplados pelo Bolsa Família, mas estão de fora da folha orçamentária do auxílio emergencial federal terão prioridade na concessão do abono.

Além da população registrada no cadúnico, o projeto permitirá ainda a inclusão dos trabalhadores demitidos entre os dias 19 de março de 2020 e 1º de maio de 2021.

Segundo as exigências do governo do estado, será cortado do programa o cidadão que:

  • Não more em Santa Catarina;
  • Tenha recebido o auxílio emergencial federal;
  • Recebe parcelas do programa Bolsa Família;
  • Recebe Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Tinha vínculo ativo de emprego na data de 9 de junho de 2021;
  • Tinha, em maio de 2021, recebido parcelas do seguro-desemprego;
  • Tinha, em maio de 2021, recebido benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Residia no exterior na data de 9 de junho de 2021;
  • Cumpria pena em regime fechado na data de 9 de junho de 2021;
  • Tenha recebido o auxílio emergencial destinado aos trabalhadores da cultura.

 Valores e pagamentos

Ao todo o projeto irá liberar R$ 900 por beneficiário. No entanto, a quantia será dividida em três parcelas de R$ 300 paga entre os meses de julho e setembro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.