Flávio Bolsonaro diz que novo Bolsa Família vai pagar R$ 270; isso é verdade?

Filho do presidente confirma reajuste na mensalidade do Bolsa Família. Nessa quinta-feira (17), o senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ) anunciou mudanças no principal projeto social do país. De acordo com ele, as mensalidades serão amplificadas para um valor de R$ 270. Entenda a validade de tais informações.

Flávio Bolsonaro diz que novo Bolsa Família vai pagar R$ 270; isso é verdade? (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Flávio Bolsonaro diz que novo Bolsa Família vai pagar R$ 270; isso é verdade? (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Nas últimas semanas o presidente Jair Bolsonaro tem se pronunciado sobre seu interesse em reformular o Bolsa Família. Segundo ele, a pasta de reformatação do projeto já está sendo trabalhada e deverá entrar em funcionamento ainda este ano. No entanto, as últimas novidades vieram de seus familiares.

O então senador, e filho do presidente, Flávio Bolsonaro, afirmou que foi definido o valor de reajuste do Bolsa Família. Segundo entrevista realizada no Rio de Janeiro, os segurados do projeto agora contarão com um salário de R$ 270, sendo essa nova concessão chamada de Alimenta Brasil.

Voltando agora para Brasília a gente vai sentar com o ministro João Roma, que é quem tá cuidando desse assunto. O comando do presidente ao ministro foi de ampliar a base do Bolsa Família, ou seja, atingir mais pessoas. Aumentar também o valor. Hoje se discute algo em torno dos R$ 270, aproximadamente — disse Flávio Bolsonaro.

Sobre a reformulação do Bolsa Família

Apesar da notícia ter sido divulgada pelo filho do presidente, ainda não há uma confirmação exata quanto aos reajustes do BF. Inicialmente, Bolsonaro teria informando que a mensalidade do projeto ficaria em torno de R$ 250, sendo atualmente de R$ 190.

O chefe de estado anunciou ainda que estará aumentando o valor mínimo de renda para que haja uma inclusão ainda maior de brasileiros na folha orçamentária do programa.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Você foi selecionado para ter um cartão de crédito, sem anuidade hoje mesmo.
Faça sua aplicação!
277 pessoas solicitando no momento...

Serão criados, segundo as últimas falas dele e de sua equipe, novos abonos para estudantes da rede pública e seus familiares.

Até o momento, todas as medidas são apenas especulações do governo federal. A implementação real de cada uma delas, segundo a agenda administrativa, deve ocorrer após o fim do auxílio emergencial.

Isso implica dizer que, com a possibilidade de postergação do coronavoucher, o novo Bolsa Família passe a operar apenas em 2022, podendo haver mudanças em todas as propostas já divulgadas pelos gestores.

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.