Auxílio emergencial de São João paga até R$15 mil em Pernambuco; quem recebe?

Governo de Pernambuco anuncia auxílio emergencial de até R$ 15 mil. Diante da permanência do novo coronavírus, o estado ficará impedido de realizar uma de suas maiores festividades. O São João 2021 foi novamente suspenso, fazendo com que a gestão concedesse abonos financeiros para os profissionais afetados.

publicidade
Auxílio emergencial de São João paga até R$15 mil em Pernambuco; quem recebe? (Imagem: Reprodução/Momondo)
Auxílio emergencial de São João paga até R$15 mil em Pernambuco; quem recebe? (Imagem: Reprodução/Momondo)

Considerado o principal evento no interior de Pernambuco, o São João é responsável por empregar milhares de pessoas, movendo fortemente a economia estadual.

No entanto, neste ano a festa foi suspensa ainda sob a permanência da covid-19, porém o governo estará pagando parcelas entre R$ 3 mil e R$ 15 mil para artistas e demais profissionais.

publicidade

Quem poderá receber?

Segundo o anuncio feito pelo governador, Paulo Câmara, o auxílio São João será liberado para todos os artistas e grupos que foram contratados nos ciclos juninos de 2018 e 2019 pela Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur) ou pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Para isso, será preciso entrar em contato com as instituições e fazer a solicitação.

“Mais uma vez, foi pactuada a necessidade de fazermos um incentivo para abranger mais de 400 artistas e grupos culturais pernambucanos, […] Envolve as quadrilhas, cirandas, coco, xaxado, bois, bacamarteiros, trios de forró, bandas de forró… Todos os artistas que participam do ciclo junino”, afirmou o governador.

Valor concedido

Ao total o projeto deverá ter um gasto de R$ 3,2 milhões. No entanto, cada cidadão pode receber uma parcela máxima de R$ 15 mil. A definição da quantia será feita com base no valor recebido no último cachê, sendo levado em consideração 60% da folha orçamentária.

“Estamos prevendo um valor máximo de R$ 15 mil para cada agremiação ou artistas do ciclo junino“, declarou o secretário de cultura do estado, Gilberto Freyre Neto.

Com a aprovação do governador, o projeto foi encaminhado para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alep) sendo validado ao longo dos próximos dias.

publicidade

A gente quer concluir todas essas etapas, seja de aprovação do processo de lei na Assembleia Legislativa, de publicação dos editas, seja de análise desses editais e seja de pagamento, em no máximo um período de 60 dias”, disse o governador.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!