Enem em janeiro de 2022 gera gasto milionário para universidades federais

Enem segue sem data divulgada para a aplicação das provas, mas especula-se que ele seria realizado em 2022. Se o adiamento for confirmado é possível que as universidades federas tenham um enorme gasto com o exame.

Enem em janeiro de 2022 gera gasto milionário para universidades federais
Enem em janeiro de 2022 gera gasto milionário para universidades federais (Imagem/ Reprodução: Cadu Rolim/FotoArena/EstadãoConteúdo)

Nas últimas semanas dois assuntos, quanto a educação, têm sido o centro das atenções.

Que são a data de aplicação do Enem 2021 e o corte de verbas das universidades federais.

Acontece que, de acordo com um estudo feito pelo Sindicato do Ensino Superior, essas duas questões podem se unir caso o exame seja confirmado apenas para 2022.

Estudo do Semesp sobre o adiamento do Enem 2021

De acordo com os dados levantados pelo Sindicato, só quanto as universidades federais o gasto, caso o Exame Nacional do Ensino Médio seja adiado, deve chegar a R$ 500 milhões.

“Serão bastante graves as consequências econômicas e sociais do adiamento, que vêm se somar à preocupante crise provocada pelo corte no orçamento das universidades federais, e a um cenário ainda cheio de incertezas, com a falta de previsões concretas sobre a imunização efetiva da população contra a covid-19”, explicou Lúcia Teixeira, presidente do Semesp.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Novo Cartão de crédito queridinho do Brasil, sem anuidade e que você pode solicitar agora 34.787 pessoas já solicitaram

Esse valor previsto deverá ser destinado a realização de vestibulares próprios. Uma vez que algumas instituições não conseguirão aderir ao uso da nota no exame por conta do seu calendário acadêmico.

De acordo com Lúcia Teixeira, o gasto só com a aplicação de vestibulares vai ficar na casa dos milhões: “Se cada uma delas tiver de fazer o próprio vestibular, isso se traduzirá em mais R$ 71 milhões de gastos”, afirmou ela.

Os efeitos desse adiamento devem ser sentidos principalmente pelos estudantes mais carentes, que por sinal representam a maior parte dos participantes do exame.

Para se ter uma ideia, em 2020, 83% dos inscritos foram beneficiados com a isenção na taxa.

Enem 2021

A única data oficialmente divulgada foi a do período de solicitação de isenção, que se encerrou na última sexta-feira. Mas os estudantes se depararam com uma informação no sistema quanto ao período de inscrição.

“A aprovação da solicitação não significa que você esteja inscrito no Enem 2021. Para se inscrever, acesse https://enem.inep.gov.br/participante/#!/ do dia 28/06/2021 às 23h59 do dia 09/07/2021 (horário de Brasília-DF) ”.

Vale lembrar que em média se passam 170 dias entre o período de inscrições e a aplicação das provas.

Fique bem informado, acompanhe a editoria de carreiras do FDR.

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.