PIS/PASEP 2021: Confira valor do piso e teto para o abono salarial

Governo anuncia novo valor para o PIS/PASEP 2021. Nessa semana, o ministério da economia liberou uma previsão do piso nacional válido a partir de 2022. O reajuste significa alterações não só no salário dos trabalhadores, como também em seus benefícios segurados pelo regime CLT. Abaixo, saiba como fazer o cálculo de seu abono.

PIS/PASEP 2021: Confira valor do piso e teto para o abono salarial (Imagem: Agência Brasil)
PIS/PASEP 2021: Confira valor do piso e teto para o abono salarial (Imagem: Reprodução/Agência Brasil)

Um novo salário mínimo já foi divulgado para 2022 e isso significa também mudanças na concessão do PIS/PASEP. De acordo com o governo federal, o piso nacional será de R$ 1.147, ou seja, R$ 47 mais alto do que o atual valor de R$ 1.100.

Isso implica dizer que o abono salarial também ficará mais caro, gerando mudanças minimamente positivas para a população.

Novo cálculo do PIS/PASEP

Quem for receber o benefício em 2021, levando em consideração o período de trabalho prestado em 2021, deve ficar atento. O cálculo deverá ser feito já com base no piso nacional de R$ 1.147 mediante o tempo de ofício exercido.

Para quem estiver de carteira assinada de janeiro a dezembro de 2021, o benefício será de R$ 1.147 integralmente. Já aqueles com o tempo mínimo de 30 dias, terá uma parcela de R$ 95,58. Quem exercer o ofício por seis meses ficará com o valor de R$ 573.

De modo geral, basta contabilizar o tempo de serviço prestado em mês e dividir pelo valor do salário mínimo. É importante ressaltar, no entanto, que não há a necessidade de completar todos os 25 dias úteis de serviço.

Digamos que um cidadão que trabalhou entre 3 de maio e 12 de junho, terá direito de dois meses de abono.

Pagamento do PIS/PASEP 2020

Para este ano há algumas modificações. Quem exerceu o trabalho em 2019 e ainda não sacou o salário deve ficar atento, pois o prazo máximo é até 30 de junho.

Já os valores do cronograma oficial de 2020, que deveria ser concedido a partir de julho deste ano, foi remarcado apenas para fevereiro de 2022, ou seja:

  • O tempo de serviço prestado em 2020 só será pago em 2022
  • A jornada de 2019 ficará disponível até 30 de junho deste ano
  • Os salários do trabalho realizado em 2021 serão pagos em 2022 com um novo valor máximo de R$ 1.147.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.