Concurso do Ministério da Economia 2021 foi remarcado! Confira nova data

O Concurso do Ministério da Economia de 2021 teve a data da prova objetiva alterada. O edital conta com 100 vagas abertas para início imediato e mais 490 para formação de cadastro reserva. Às vagas são para candidatos dos níveis médio, técnico e superior.

Concurso do Ministério da Economia 2021 foi remarcado! Confira nova data
Concurso do Ministério da Economia 2021 foi remarcado! Confira nova data (Imagem: FDR)

Novo cronograma

O novo cronograma do Concurso do Ministério da Economia marcou à prova objetiva para o dia 6 de junho de 2021 nos períodos da manhã e da tarde, sendo:

Horário da manhã, às 8h, candidatos dos cargos:

  • Atividades Técnicas de Formação Específica – Técnico em Administração, Contabilidade ou Informática;
  • Atividades Técnicas de Suporte – Nível Superior II.

Horário da tarde, às 15h, candidatos dos cargos:

  • Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual – Administração, Economia, Contabilidade ou Direito;
  • Atividades Técnicas de Suporte – Nível Superior I.

Concurso Ministério da Economia

O concurso do Ministério da Economia de 2021 abriu edital com 100 vagas para início imediato e mais 490 para formação de cadastro reserva. As oportunidades são para os cargos de nível médio, técnico e superior, os salários variam de R$ 1.700,00 a R$ 6.130,00.

Os cargos abertos foram:

  • Coordenador de análise de prestação de contas temporário, 4 vagas;
  • Analista de prestação de contas temporário, 48 vagas;
  • Agente de apoio de prestação de contas temporário, 8 vagas;
  • Analista de instauração de tomada de contas especial, 40 vagas.

Lembrando que, todos os cargos foram abertas vagas para cadastro reserva.

Seleção

O processo seletivo do concurso Ministério da Economia contará com duas etapas, uma prova objetiva e mais avaliação de títulos.

À primeira etapa, prova objetiva, será constituída por 60 questões de múltipla escolha. Ela será realizada no estado de Brasília e terá duração de 4 horas. Confira as disciplinas presentes na prova:

  • Língua Portuguesa – 15 questões;
  • Ética na Administração Pública e Legislação – 05 questões;
  • Informática Básica – 10 questões;
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões.

Já na prova de títulos, serão aceitas as seguintes certificações:

  • Diploma de curso de pós-graduação em nível de doutorado (título de doutor);
  • Diploma de curso de pós-graduação em nível de mestrado (título de mestre);
  • Certificado do curso de pós-graduação em nível de especialização, com carga horária mínima de 360 horas;
  • Certificado de experiência profissional de nível superior na Administração Pública.

Mariana CastroMariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR.