Lista de documentos necessários para declaração do IRPF 2021

Nesta quarta-feira (24), a Receita Federal vai divulgar as regras para a declaração do Imposto de Renda (IRPF) de 2021. Depois de o governo ter adotado muitas medidas para auxiliar os trabalhadores na pandemia, os contribuintes devem estar atentos às documentações necessárias para não cair na malha fina.

Lista de documentos necessários para declaração do IRPF 2021
Lista de documentos necessários para declaração do IRPF 2021 (Imagem: Google)

Quem deve fazer a declaração do IRPF 2021?

  • Devem fazer a declaração do imposto de renda todos aqueles que tiveram renda tributável acima de  R$ 28.559,70;
  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte (como a caderneta de poupança, indenizações trabalhistas etc.) em montante superior a R$ 40 mil;
  • Adquiriram, em qualquer mês ganhos na alienação de bens ou direitos submetidos à incidência de IR;
  • Realizaram movimentações em bolsa de valores, de futuros, de mercadorias e afins;
  • Obtiveram, em 2019, receita bruta em quantia superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Tinham, em 31 de dezembro de 2020, a propriedade ou posse de bens ou direito, incluída a terra nua, de montante total acima de R$ 300 mil;
  • Passaram à condição de residentes no Brasil em qualquer mês e assim se encontravam em 31 de dezembro de 2019.

Os beneficiários do auxílio emergencial que foi pago aos desempregados e autônomos que ficaram sem renda durante a pandemia, e estiverem obrigados a declarar o imposto devem informar o auxílio em sua declaração. Isso vale para o beneficiário e os seus dependentes.

Aqueles que tiveram seu contrato suspenso ou jornada e salário reduzidos, que receberam o benefício emergencial (BEm), devem preencher a declaração do IRPF 2021 seguindo o informe de rendimentos que será disponibilizado pela empresa.

O que devo declarar?

  • Educação (escola e faculdade para si ou dependentes no valor máximo de R$ 3.561,50 por pessoa);
  • Plano de saúde (sem limites);
  • Dependentes, filhos ou pais (no valor máximo de R$ 2.275,08 por dependente);
  • Contribuição à Previdência Privada (que representa até 12% da renda tributável);
  • Contribuição à Previdência Social (sem limites).

Documentação

  • Informações gerais;
  • Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;
  • Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento;
  • Endereço atualizado;
  • Cópia da última Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (completa) entregue;
  • Atividade profissional exercida atualmente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.