Bolsa Família paga NIS final 3,4 e 5 no CAIXA TEM essa semana; saiba como sacar

Pontos-chave
  • Segurados do Bolsa Família passam a receber online;
  • Cadastramento vem sendo realizado pela Caixa Econômica;
  • Calendários de depósito são disponibilizados.

Segurados do Bolsa Família voltam a receber suas mensalidades. A partir dessa quarta-feira (17), a Caixa Econômica Federal retoma as liberações financeiras para a população vinculada ao projeto. Os salários serão concedidos tanto por meio do cartão cidadão, como através do Caixa Tem. Abaixo, acompanhe os atuais contemplados e fique por dentro das formas de saque.

Bolsa Família paga NIS final 3,4 e 5 no CAIXA TEM esse mês; saiba como sacar (Imagem: Reprodução/Google)
Bolsa Família paga NIS final 3,4 e 5 no CAIXA TEM essa semana; saiba como sacar (Imagem: Reprodução/Google)

Ao longo desta semana, o Bolsa Família deverá contemplar todos os inscritos cujo o número do NIS seja encerrado em 3, 4 ou 5. Para esse grupo, é preciso ficar atento, pois os envios passarão por modificações.

Aqueles que possuem conta na caixa, deverão receber diretamente na mesma. Porém, os não titulares agora serão usuários do Caixa Tem.

Entenda o Caixa Tem pelo Bolsa Família

O Caixa Tem nada mais é do que uma poupança social digital elaborada pela Caixa Econômica em parceria com o governo federal. Por meio dela, a população registrada em programas como o Bolsa Família passa a ter acesso aos salários criando assim um vinculo bancário.

Inicialmente, sua consolidação tinha como finalidade autorizar apenas os pagamentos do auxílio emergencial, mas passou a inserir o BF como forma de aumentar as transações financeiras de todo o país.

Quem no Bolsa Família recebe pelo Caixa Tem?

A inclusão dos pagamentos pela plataforma vem ocorrendo de forma gradativa. É importante reforçar que estão sendo cadastrados no app apenas os cidadãos que não possuem vinculo com a Caixa.

Nesse caso, não é preciso ir até uma agencia para solicitar a criação da conta, tendo em vista que o banco vem realizado automaticamente por meio do CadÚnico.

Calendário pelo Caixa Tem

  • Beneficiários com NIS final 6, 7 e 8 passam a ser inclusos em janeiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 3, 4 e 5 estão sendo inclusos em fevereiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 1, 2 e Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares e outros) receberão pelo app a partir de março (3 milhões de pessoas)

Como utilizar o Caixa Tem para sacar o salário do Bolsa Família?

A primeira coisa a ser feita é instalar o aplicativo no celular. Na sequência, o cidadão deve preencher o formulário de identificação fornecendo dados como o número do seu CPF, nome completo e data de nascimento.

Depois será preciso informar o número de seu celular para onde será enviado um sms com um código de confirmação do cadastro. Ao receber a mensagem, basta repassar os dígitos e validar seu login.

Uma vez cadastrado, o acesso pode ser feito através da utilização da mesma senha do cartão social. Pelo app o cidadão consegue realizar compras no cartão de débito virtual, pagar boletos, fazer transferências para contas bancárias de mesma titularidade e saques em caixas eletrônicos usando o cartão do projeto.

Calendário do Bolsa Família em fevereiro

No que diz respeito a ordem de pagamento, ainda é preciso seguir o número final do NIS de acordo com o cronograma abaixo:

  • Final do NIS 1: 11 de fevereiro
  • Final do NIS 2: 12 de fevereiro
  • Final do NIS 3: 17 de fevereiro
  • Final do NIS 4: 18 de fevereiro
  • Final do NIS 5: 19 de fevereiro
  • Final do NIS 6: 22 de fevereiro
  • Final do NIS 7: 23 de fevereiro
  • Final do NIS 8: 24 de fevereiro
  • Final do NIS 9: 25 de fevereiro
  • Final do NIS 0: 26 de fevereiro
Bolsa Família paga NIS final 3,4 e 5 no CAIXA TEM esse mês; saiba como sacar (Imagem: Reprodução/Google)
Bolsa Família paga NIS final 3,4 e 5 no CAIXA TEM esse mês; saiba como sacar (Imagem: Reprodução/Google)

Quem tem direito ao Bolsa Família em 2021?

Tendo em vista que o governo ainda não reformulou o texto do projeto com as novas propostas sugeridas para 2021, tem direito a receber os salários do programa todas as famílias que de adequarem nas situações abaixo:

  • Famílias extremamente pobres que têm renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa
  • Famílias pobres que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa
  • Famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos

Valor do Bolsa Família em 2021

  • Benefício Básico: Famílias em situação de extrema pobreza – R$ 89,00 mensais
  • Benefício Variável: Famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças e adolescentes de 0 a 15 anos – R$ 41,00 e cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00
  • Benefício Variável Jovem: Famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza e que tenham em sua composição adolescentes entre 16 e 17 anos – R$ 48,00 por mês e cada família pode acumular até dois benefícios, ou seja, R$ 96,00
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza: famílias em situação de extrema pobreza. Cada família pode receber um benefício por mês – o valor é calculado a partir da renda da família

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.