Sebrae divulga resultado impressionante da solicitação de crédito por pequenos negócios

Os dados divulgados pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), mostraram que a proporção de pequenos negócios que solicitaram um novo empréstimo nos bancos subiu de 18% para 38% no último semestre do ano passado. Saiba mais.

Sebrae divulga resultado impressionante da solicitação de crédito por pequenos negócios
Sebrae divulga resultado impressionante da solicitação de crédito por pequenos negócios (Imagem FDR)

Em meio ao período mais complicado da pandemia do coronavírus, que atingiu o segundo trimestre de 2020, o volume de crédito oferecido pelos bancos cresceu 35%, em comparação com o mesmo período de 2019, passando de R$ 65 bilhões para R$ 87 bilhões.

Porém, esse aumento no total de financiamentos concedidos, não foi acompanhado pelo crescimento na quantidade de pequenos negócios tomadores de crédito.

As Empresas de Pequeno Porte (EPP), entre os pequenos negócios, ficaram com a maior parte do volume de crédito, recebendo 83% das novas concessões.

Na sequência estão as microempresas com 12% e os MEIs (microempreendedores individuais) com 5%. Por fim o número final de pequenos negócios tomadores de empréstimo bancário aumentou apenas 1%.

“Os dados indicam que, neste contexto, as empresas que conseguiram crédito já possuíam um relacionamento bancário e foram favorecidas por uma boa organização financeira”, explica o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Dificuldades permanecem

De acordo com o levantamento do Sebrae, mesmo com os obstáculos históricos para o acesso ao financiamento, o ano passado ficou marcado pela diminuição na dificuldade para obter empréstimos bancários, segundo os próprios empresários.

No ano de 2019, 69% dos pequenos negócios tiveram dificuldades para obter empréstimo, contra 63% do ano passado.

A procura por novos empréstimos realizados por donos de negócios de pequeno porte, mais do que dobrou nos bancos. Enquanto em 2019, 18% dos empresários tentou conseguir um novo empréstimo, em 2020 essa quantidade passou para 38%. O Sebrae informou que as empresas utilizaram os recursos principalmente para capital de giro.

Pronampe

O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) foi responsável por 55% dos novos empréstimos ou financiamentos. O programa foi criado pelo Governo Federal para ajudar as empresas a enfrentar os impactos econômicos trazidos pela pandemia.

Os empresários relataram que as dificuldades junto aos bancos também diminuíram expressivamente, em especial em cima das taxas de juros – de 44% para 18% – e exigência de garantias – de 20% para 11%.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Sebrae divulga resultado impressionante da solicitação de crédito por pequenos negócios

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA