Garantia Safra libera parcela única de R$850 para 197 mil agricultores

Governo anuncia novo pagamento para grupo específico de trabalhadores. Nessa segunda-feira (18), o ministério da agricultura informou que irá liberar, por meio do Garantia Safra, cerca de R$ 168 milhões para aproximadamente 197 mil agricultores familiares. A distribuição começará nos próximos dias. Acompanhe.

Garantia-Safra libera parcela única de R$850 para 197 mil agricultores (Imagem: Google)
Garantia-Safra libera parcela única de R$850 para 197 mil agricultores (Imagem: Google)

Boas notícias para quem atua com a agricultura familiar. O programa Garantia Safra estará depositando R$ 850 para os trabalhadores deste grupo. Tradicionalmente, o valor tende a ser dividido em 5 parcelas de R$ 170, mas devido a pandemia do novo coronavírus deverá ser ofertado de uma única vez.

De acordo com as informações concedidas pelo ministério, terá direito de receber todos os agricultores já cadastrados no programa que tiveram o sustento básico atrapalhado devido ao período de secas ou enchentes.

Neste ano, os contemplados são dos seguintes estados:  Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí.

Detalhes sobre o Garantia Safra

O programa funciona como uma espécie de extensão e complemento de renda para os agricultores familiares. Tendo em vista os incidentes climáticos, como enchentes e cheias, o governo passa a custear parte da safra para garantir o sustento dos pequenos produtores até que haja um novo período de recuperação.

Para ser contemplado é preciso residir em um dos munícipios com perdas de produção igual ou superior a 50%. Além disso, o cidadão deve ainda cumprir os requisitos de renda, comprovando que sua produção é em pequena escala.

Benefício bloqueado

Aqueles que estiverem com o benefício bloqueado, o governo informou é que preciso acessar o perfil individual no Sistema de Gerenciamento do Garantia Safra neste link. Ao se conectar, o usuário poderá conferir o móvito pelo qual o pagamento foi travado e na sequência deverá dar início ao processo de liberação.

O período de revisão para ter direito ao pagamento é de até 30 dias. O cidadão deve entrar em contato com o ministério da agricultura, pelo mesmo portal, contestando a suspensão e corrigindo os erros encontrados.

A grande maioria dos bloqueios estão relacionados a falta de atualização de documentos, como endereço, por exemplo. Todos os registros precisam estar em dia para que o governo possa validar o envio do benefício.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.