Como receber o auxílio creche de R$200 adicionado ao salário do Bolsa Família?

Os beneficiários do Bolsa Família poderão ter acesso ao auxílio creche. Com o cancelamento do Renda Cidadã e a continuação do Bolsa para o próximo ano, a proposta do governo agora é ampliar e melhorar o programa, aumento o valor pago e o número de contemplados.

Como receber o auxílio creche de R$200 adicionado ao salário do Bolsa Família?
Como receber o auxílio creche de R$200 adicionado ao salário do Bolsa Família? (Imagem: montagem/FDR)

Após o presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), cancelar o Renda Brasil e Renda Cidadã, a ideia agora é continuar com o programa de transferência de renda, Bolsa Família, criado durante a gestão do ex-presidente Lula (PT).

É importante lembrar que as duas novas propostas apresentadas pela equipe do atual presidente foi alvo de muitas críticas ao sugerir propostas duvidosas para bancar o pagamento, como congelamento da aposentadoria e o uso dos precatórios.

Além de continuar com o Bolsa Família em 2021, Bolsonaro pretende ampliar o programa, contemplando mais famílias brasileiras e aumentando o valor pago. Além disso, a equipe pretende incluir novos benefícios, como o auxílio-creche.

Propostas para o Bolsa Família

Há muitas propostas que ainda serão discutidas pelo presidente e sua equipe econômica, para depois ser levada para votação na Câmara e no Senado. Veja abaixo algumas delas:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Auxílio-creche de R$ 200 para mães;
  • Ajuda financeira de R$ 52 para as famílias carentes com crianças de até cinco anos;
  • Bolsa mensal de R$ 100 para alunos destaques em ciência e tecnologia ou em atividades esportivas;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes;
  • Prêmio anual de R$ 1 mil para alunos destaques em ciência e tecnologia ou em atividades esportivas.

Orçamento para o Bolsa Família em 2021

Em 2019, foi destinado R$ 29,5 bilhões para o programa. Esse valor não considera o auxílio emergencial, já que esse usou o “Orçamento de guerra” para bancar os pagamentos.

A previsão do governo é que o orçamento total destinado ao programa para o próximo ano seja de R$ 34,8 bilhões, ou seja, 18% a mais.

Esse valor será destinado para o atendimento de 15,2 milhões de famílias. Dessa maneira, mais dois milhões de famílias podem vim a serem contempladas. Além disso, o governo espera ampliar a média do benefício pago, que hoje é de R$ 189 e passaria para R$ 202.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.