Calendário do auxílio emergencial paga NOVO grupo a partir do dia 30; veja se foi incluso

Atenção, brasileiros! Governo divulga novo cronograma de pagamento para os beneficiários do auxílio emergencial. Nesta sexta-feira (27), foi liberada uma rodada extra de depósitos do coronavoucher. Os contemplados são aqueles que tiveram o pedido reavaliado em novembro, totalizando cerca de 122 mil pessoas. Abaixo, confira os detalhes para quem recebe a partir deste dia 30.  

Calendário do auxílio emergencial paga NOVO grupo a partir do dia 30; veja se foi incluso (Imagem: Sérgio Lima/Poder360)
Calendário do auxílio emergencial paga NOVO grupo a partir do dia 30; veja se foi incluso (Imagem: Sérgio Lima/Poder360)

Mesmo próximo ao fim do auxílio emergencial, o governo acaba de liberar uma nova rodada de pagamentos. Os cidadãos que tiveram problemas com a atualização de seus dados nas plataformas públicas, terão a chance de receber o benefício mediante o pedido de contestação. Ao todo, o lote contará com três grupos, sendo estes divididos da seguinte forma:  

  • Cidadãos que fizeram o pedido contestação por meio da plataforma digital entre os dias 26 de agosto e 16 de outubro de 2020 
  • Cidadãos que fizeram o pedido contestação por meio do endereço eletrônico da Dataprev entre os dias 27 de julho e 19 de outubro 
  • Pessoas que tiveram o pagamento reavaliado em novembro de 2020, decorrente de atualizações de dados governamentais e verificações por meio de bases de dados oficiais 

Calendário de pagamento do auxílio emergencial para novos contemplados 

O Ministério da Cidadania informou ainda que para esses grupos os depósitos começarão a ser feitos na próxima segunda-feira (30), o valor da primeira parcela será de R$ 600, sendo esse depositado na poupança digital do Caixa Tem.

A previsão é que todos os envios sejam feitos até 12 de dezembro, tendo como norte de organização as datas de nascimento, confira:  

Calendário de pagamentos da 1ª parcela:

  • 30 de novembro: nascidos entre janeiro e junho;
  • 2 de dezembro: nascidos em julho;
  • 4 de dezembro: nascidos em agosto;
  • 6 de dezembro: nascidos em setembro;
  • 9 de dezembro: nascidos em outubro;
  • 11 de dezembro: nascidos em novembro;
  • 12 de dezembro: nascidos em dezembro.

Calendário de pagamentos das demais parcelas:

  • 13 de dezembro: nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 14 de dezembro: nascidos em março;
  • 16 de dezembro: nascidos em abril;
  • 17 de dezembro: nascidos em maio;
  • 18 de dezembro: nascidos em junho;
  • 20 de dezembro: nascidos em julho e agosto;
  • 21 de dezembro: nascidos em setembro;
  • 23 de dezembro: nascidos em outubro;
  • 28 de dezembro: nascidos em novembro;
  • 29 de dezembro: nascidos em dezembro.

Segundo portaria do Ministério da Cidadania publicada no Diário Oficial da União, esse público receberá o crédito da primeira parcela de R$ 600 em poupança social a partir da próxima segunda-feira (30). O prazo se estenderá até 12 de dezembro, de acordo com a data de nascimento. 

Para quem for aguardar pela possibilidade de saque e transferência, o serviço passará a ser feito a partir do dia 19 de dezembro e se estenderá até janeiro.

Porém, é válido ressaltar que há outros meios de antecipação da quantia em espécie através de plataformas como o Nubank, PagSeguro, entre outras. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.