Vagas de emprego: Mercado Livre cria 1 mil oportunidades NESTE estado

Uma das maiores empresas de e-commerce do país, o Mercado Livre, vai ofertas cerca de 1 mil vagas de emprego para a sua nova operação localizada em Santa Catarina. A criação de um novo centro de distribuição (CD) foi anunciado nesta quinta-feira (12), em Governador Celso Ramos, perto de Florianópolis.

Vagas de emprego: Mercado Livre cria 1 mil oportunidades NESTE estado
Vagas de emprego: Mercado Livre cria 1 mil oportunidades NESTE estado (Imagem: Divulgação/Mercado Livre)
publicidade

A escolha da localização faz parte de uma estratégia para que seja dado suporte para o crescimento dos negócios. 

Desde que a pandemia começou, as empresas que operam de forma virtual aumentaram o ritmo de crescimento.

O fechamento de lojas de rua e de shoppings, e o receio de boa parte dos consumidores de sair de casa, serviram como uma alavanca para que as vendas crescesse em um ritmo mais forte.

O Mercado Livre investiu 4 bilhões de reais neste ano e deve ampliar esse valor no próximo ano, conforme informou o country manager da empresa para o país.

O centro de distribuição Celso Ramos vai começar a funcionar a partir de 2021, com a intenção de melhorar e agilizar o sistema de entregas de mercadorias para a região sul do país.

Junto com isso, o mercado deve inaugurar mais quatros CDs até o próximo ano, destes 3 serão em São Paulo e 1 em Minas Gerais.

Vagas de emprego

As vagas serão para tecnologia e produto, finanças, marketing, logística, Customer experience, prevenção e segurança, people e Business.

As oportunidades serão abertas de forma gradual ao longo do ano, os interessados devem ficar atentos no site do Mercado Livre e no seu perfil do Linkedin. Portais onde serão feitas as inscrições.

Essas novas vagas e CDs são parte do braço de logística do Mercado Livre, o chamado Mercado Envios, que foi criado em 2013. 

A malha logística envolvem: caminhões que andam nas estradas, entrega na casa do consumidor, diversos centros de distribuição e de cross docking, e centenas de pontos físicos para depósito de produtos. 

Mercado Livre

O Mercado Livre foi fundado no ano de 1999, pelo Marcos Galperín. Neste mesmo ano a plataforma passou a funcionar fora da Argentina.

Os países foram: Uruguai, México e Brasil. Já no ano de 2000, mais quatro países foram incorporados à extensão do Mercado Livre na América Latina: Equador, Chile, Venezuela e Colômbia.

A empresa começou a receber mais de US$ 46 milhões de dólares de investimento de diversos grupos financeiros, que somados aos quase US$ 8 milhões alcançados em 1999, em duas rodadas de financiamento.

Em 2001, o eBay, uma empresa americana de comércio eletrônico, comprou parte do Mercado Livre pelo período de  cinco anos, as empresas foram parceiras na América Latina. 

Após dois anos, surgiu o Mercado Pago, uma ferramenta pagamento tanto para uso de pessoas físicas quanto por pessoas jurídicas. 

Em 2007, a empresa abriu capital na Nasdaq, o mercado de ações dos Estados Unidos, voltado principalmente a empresas de tecnologia, isso abriu espaço para o investimento de interessados em obter ações do Mercado Livre.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.