Confira os destaques do terceiro trimestre de algumas empresas na bolsa

Ao final de cada trimestre, diversas empresas costumam divulgar o balanço comercial. Estes números possuem influência direta na bolsa, de forma a direcionar as decisões dos investidores. Por conta do cenário incomum de pandemia, algumas instituições registraram dificuldades. Por outro lado, o isolamento permitiu crescimento em outras áreas. Confira alguns destaques do terceiro trimestre.

Confira os resultados do terceiro trimestre de algumas das grandes empresas
Confira os resultados do terceiro trimestre de algumas das grandes empresas (Imagem: Lukas/Pexels)

Amazon

Por conta da alta demanda de comercialização pela internet, a Amazon registrou forte resultado trimestral. A receita foi de US$ 96,1 bilhões. Na comparação anual, o trimestre atual teve aumento em 37%. Com relação ao lucro líquido, o valor captado foi de US$ 12,3 bilhões.

Bradesco

Como forma de redução de custos, o banco Bradesco fechou 372 agências e demitiu 853 funcionários. Sobre as despesas operacionais, o valor foi de R$ 11,724 bilhões. O aumento foi de 2,3% em relação ao trimestre anterior.

Americanas

No trimestre, a varejista Lojas Americanas teve a receita líquida no valor de R$ 5,13 bilhões. O crescimento foi de 21%. Pelo canal de vendas, houve alta de 56,2%. O caixa líquido fechou em R$ 4,9 bilhões.

Starbucks

A empresa de cafeteria norte-americana Starbucks registrou lucro de US$ 392,6 bilhões no fim do trimestre fiscal. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve recuo de 51%. A receita esteve em US$ 6,2 bilhões, o que representa queda de 8,1%.

Suzano

A Suzano teve, no trimestre, um prejuízo líquido de R$ 1,16 bilhão. Este valor foi 66,5% menor que a perda líquida do ano passado. Com relação à receita líquida, a quantia foi de R$ 7,47 bilhões. Com isso, registrou aumento de 13% na comparação anual.

Facebook

A rede social Facebook teve aumento de 29% no lucro líquido neste trimestre, comparado ao mesmo período de 2019. O valor foi de US$ 7,89 bilhões. Nas receitas totais, houve crescimento de 22%, na quantia de US$ 21,47 bilhões. O lucro por ação esteve em US$ 2,71 por papel.

Alphabet

Outra gigante da internet, a Alphabet — controladora do Google — teve a receita indicada em US$ 46,17 bilhões. Na comparação com o trimestre anterior, houve aumento de 14%. O lucro líquido esteve em US$ 11,2 bilhões no fechamento do balanço trimestral. Sendo assim, o resultado esteve US$ 16,40 por ação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA