INSS confirma início da perícia médica por vídeo a partir de novembro

Os serviços oferecidos pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), paralisados parcialmente por causa da pandemia do novo coronavírus, voltaram em sua totalidade. Alguns, que eram presenciais, foram adaptados às plataformas digitais. Assim foi com a perícia médica, que passa a ser realizada por vídeo a partir de novembro deste ano.

INSS confirma início da perícia médica por vídeo a partir de novembro
INSS confirma início da perícia médica por vídeo a partir de novembro (Imagem: Reprodução / Google)

Segundo decisão do governo federal, a teleperícia para casos do INSS devem ser iniciadas no dia 6 de novembro. Esse tipo de serviço nada mais é que um atendimento médico por vídeo chamada.

Para ser realizado, é obrigatório que o segurado esteja acompanhado do médico do trabalho de sua respectiva empresa.

No caso dos segurados que trabalham em empresas que não têm médicos, o INSS mantém as perícias presenciais. De acordo com o Instituto, a novidade tornará o atendimento mais rápido.

O Tribunal de Contas da União informou que, em casos em que o assegurado não tivesse acompanhamento de um médico, seria de obrigação do Instituto investir em equipamentos.

O INSS, porém, disse que os gastos com esse investimento são pouco viáveis e exigiriam que os segurados tivessem câmeras específicas.

O órgão afirma ainda que empresas de médio e grande porte são obrigadas a ter médico do trabalho, o que justificaria uma grande adesão dos segurados à teleperícia.

Atendimentos presenciais no INSS

De toda forma, por causa da pandemia do novo coronavírus, os atendimentos que forem realizados presencialmente demandarão cuidados extras voltados à segurança dos segurados e funcionários da Previdência.

A recomendação do Instituto, por exemplo, é que serviços como perícia médica sejam previamente agendados pelo aplicativo Meu Inss, disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOs, ou pelo telefone 135.

No dia da ida presencial a uma das unidades, a atenção também deve ser reforçada. O Instituto pede que os segurados evitem levar acompanhantes e façam uso obrigatório de máscaras.

As unidades oferecem, ainda, álcool em gel 70% em diferentes pontos para higienização das mãos.

Com horário marcado, não é preciso se adiantar para não gerar fila de espera e, consequentemente, aglomerações.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.