Inscritos no auxílio emergencial e Bolsa Família fazem doações milionárias para eleições 2020

Levantamento mostra que mais de R$ 28 milhões do auxílio emergencial foram repassados para custear campanhas eleitorais. Na última semana, uma reportagem especial do portal O Globo mostrou que cerca de 23 mil beneficiários do coronavoucher e do Bolsa Família estariam repassando os valores de seus benefícios para apoiar os candidatos políticos de sua região.  

Inscritos no auxílio emergencial e Bolsa Família fazem doações milionárias para eleições 2020 (Imagem: Google)
Inscritos no auxílio emergencial e Bolsa Família fazem doações milionárias para eleições 2020 (Imagem: Google)

O auxílio emergencial e o Bolsa Família estão sendo concedidos ao longo dos últimos meses como uma forma de acréscimo financeiro para os cidadãos de baixa renda.

Porém, através de um cruzamento de dados entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Ministério da Cidadania, descobriu-se que o valor vem sendo repassado para custear campanhas políticas da eleição de 2020.  

De acordo com a pesquisa, foram enviados cerca de R$ 13,2 milhões em doações financeiras e R$ 10,6 milhões de doações estimadas, onde os cidadãos são os responsáveis pelas contribuições.

Para cada pessoa doadora, há uma estimativa de que foram concedidos R$ 650, o que significa uma das seis parcelas do benefício emergencial.  

Sobre os recursos eleitorais 

É válido ressaltar que a doação para campanhas políticas não é proibida desde que o valor repassado não seja superior a 10% da renda contabilizada no ano anterior.

Para os candidatos que não estiverem dentro do teto estabelecido pelo TRE, tendo um valor inferior à sua capacidade econômica, ele pode ser o registro indeferido.  

Segundo ainda a reportagem do Globo, até a última sexta-feira (23), os políticos já tinham declarado mais de R$ 424 milhões em receitas próprias ou pessoas físicas. Cerca de 5,6% dessa quantia teria sido arrecadada por meio do auxílio emergencial e do Bolsa Família.  

O Tribunal Superior Eleitoral já foi informado do caso e estará trabalhando com a Receita Federal, Tribunal de Contas da União, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Ministério Público e Polícia Federal para investigar os repasses.  

Até esse momento a maior doação foi de R$ 71,5 mil realizada por Leonardo Silva Menezes, candidato à prefeitura de Goianésia (GO) pelo DEM. O valor é maior que o declarado por ele ao TSE, até então comprovando uma renda de R$ 183,7 mil. 

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA