Novo ‘Bank of America’? Especialista avalia Nubank como fintech de sucesso

Em entrevista exclusiva à Época Negócios, o pesquisador e mestre em Administração pela Harvard Business School, Efosa Ojomo declarou que o Nubank é o novo Bank of America, pois a fintech promove uma inovação disruptiva ao focar na inclusão de novos consumidores.

publicidade
Especialista avalia o Nubank como o novo Bank of America
Especialista avalia o Nubank como o novo Bank of America (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

O especialista falou ainda sobre como a inovação pode ajudar na prosperidade econômica e citou a criação de novos mercados e a inclusão de novos consumidores. Também detalhou como as corporações ‘do passado’ devem aderir esse tipo de inovação, que é um dos diferenciais do Nubank.

“O Nubank oferece contas sem custos e cartão de crédito para milhões de pessoas. Você só precisa de um smartphone para acessar serviços financeiros sem todos aqueles incômodos de ir ao banco, esperar, entender aqueles termos. É difícil como até a linguagem exclui as pessoas”.

Nubank tem foco em desbancarizados

Na opinião de Ojomo, o Nubank lembra muito o Bank of America justamente porque mantém o foco nos desbancarizados, ou seja, assim como fez a fintech brasileira, o foco do Bank of America também eram pessoas sem acesso a produtos e serviços já existentes em outras instituições financeiras.

Efosa Ojomo explica a comparação da fintech brasileira com o Bank of America
Efosa Ojomo explica a comparação da fintech brasileira com o Bank of America (Imagem: Reprodução/Google)

Para ele, quando uma empresa desenvolve um modelo de negócios que mira nessa parcela da população, ela inaugura esse novo mercado que realmente precisa de uma prosperidade inclusiva.

“Nós podemos olhar para o Bank of America como uma das grandes instituições financeiras de hoje. É um banco sofisticado, com muitas divisões. Mas se você voltar pra onde o Bank of America começou, era o Bank of Italy, focado em imigrantes trabalhadores nos EUA que não tinham acesso aos serviços financeiros.”

AvatarGuilherme Moreira
Guilherme Moreira é formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Atuou como roteirista, produtor e editor do SBT interior e na redação de blogs e sites informativos. Atualmente, trabalha como social media e redator do portal FDR. |  Instagram @guimemoreira