Bolsa Família: Auxílio emergencial de R$300 vale para quais inscritos?

Cidadãos inscritos no Bolsa Família sofrem cortes nas novas parcelas do auxílio emergencial. Se você esteve entre os contemplados com os R$ 600 do coronavoucher e teve seu valor reduzido, fique atento. Para reduzir os gastos do orçamento público, o governo federal cortou pela metade a quantia do benefício, excluindo parte significativa dos integrantes do BF. Abaixo, saiba quem ainda faz parte do projeto.  

Bolsa Família: Auxílio emergencial de R$300 vale para quais inscritos? (Imagem: Google)
Bolsa Família: Auxílio emergencial de R$300 vale para quais inscritos? (Imagem: Google)

A extensão do auxílio emergencial foi aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro e já estar sendo liberada para milhares de brasileiros que ainda fazem parte da folha de pagamento do projeto.

Para quem é inscrito pelo Bolsa Família, as novas parcelas são ofertadas no valor de até R$ 300, o que significa um corte de outros R$ 300 no orçamento total dos segurados.  

Novo cálculo do auxílio emergencial 

Como o programa funciona como uma espécie de acréscimo para quem é do Bolsa Família, o cálculo a ser feito foi modificado. Se você recebe, por exemplo, R$ 150 mensais pelo programa, terá direito a um acréscimo de R$ 150 pelo auxílio emergencial, totalizando a quantia máxima de R$ 300 por família.  

Porém, é preciso ficar atento a outros critérios de classificação. Os cidadãos com qualquer indicio de vínculo empregatício ficaram excluídos da proposta.

É preciso observar ainda se a documentação está atualizada e se não há erros na utilização do CPF ou endereço. Nesse último caso, a duplicidade entre beneficiários resulta diretamente na desclassificação de ambos.  

De um modo geral, tem acesso aos novos R$ 300 do auxílio emergencial todos os segurados que estejam dentro dos critérios sociais do Bolsa Família e que sua mensalidade do programa seja inferior a R$ 300.  

Para aqueles que estiverem nas categorias de renda, com toda a documentação atualizada, mas já recebam R$ 300 mensais pelo Bolsa Família, o acréscimo não poderá ser ofertado.  

Calendário de pagamento do Bolsa Família 

As novas rodadas de extensão serão ofertadas até o mês de dezembro, sendo pagas sempre na segunda quinzena do mês. O calendário é o mesmo já divulgado pelo ministério da cidadania, levando em consideração o número final NIS de cada segurado. 

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA