Auxílio emergencial está disponível para saque de R$600 dos nascidos em abril

Os aniversariantes do mês de abril contemplados pelo auxílio emergencial e que não fazem parte do programa Bolsa Família podem sacar os R$ 600 depositados pela Caixa Econômica Federal e fazer transferências a partir desta quinta-feira (1º). O montante havia sido depositado no dia 9 de setembro e só agora foi liberado.

Auxílio emergencial está disponível para saque de R$600 dos nascidos em abril
Auxílio emergencial está disponível para saque de R$600 dos nascidos em abril (Imagem: Montagem / FDR)

A parcela liberada ainda é do valor original, de R$ 600. As datas do depósito e liberação das parcelas extras, de R$ 300, foram divulgadas nesta semana pelo Governo Federal.

Vale lembrar que os beneficiários dentro do Bolsa Família já podiam usar os recursos para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual, e têm um calendário diferente para as parcelas extras.

Quem pode sacar o auxílio de emergencial R$ 600?

Todos os nascidos no mês de abril, desde que se enquadrem nas seguintes situações:

  • Aprovados no primeiro lote poderão sacar a quinta parcela;
  • Aprovados no primeiro lote, mas que tiveram o benefício suspenso, poderão sacar a quinta parcela;
  • Aprovados no segundo lote poderão sacar a quarta parcela;
  • Aprovados no terceiro lote poderão sacar a terceira parcela;
  • Aprovados no quarto lote poderão sacar a terceira parcela;
  • Aprovados no quinto lote poderão sacar a segunda parcela;
  • Aprovados no sexto lote poderão sacar a segunda parcela;
  • Aprovados no sétimo lote poderão sacar a primeira parcela;
  • Reavaliados (que tiveram o benefício suspenso em agosto) poderão sacar todas as parcelas já recebidas em poupança digital.

Os beneficiários que tiverem dúvidas podem consultar a situação do auxílio através do aplicativo do auxílio emergencial, disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOs, ou pelo site.

Parcelas extras de R$ 300

As parcelas extras do auxílio emergencial tiveram o valor reduzido de R$ 600 para R$ 300 (exceto para mulheres chefes de família, que antes recebiam R$ 1,2 mil e agora receberão R$ 600).

Para melhor organização, o governo dividiu os beneficiários em dois calendários de pagamentos diferentes: um para os beneficiários que recebem o Bolsa Família; outro para os inscritos no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família, ou se inscreveram no auxílio pelo aplicativo ou site do programa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.