Concurso público: Governador de Alagoas promete 5 editais para 2021

Oportunidade de emprego no Nordeste. Nessa semana, o governador do estado de Alagoas informou que vai liberar 5 editais para a realização de concurso público em 2021. Os exames serão destinados para quem deseja seguir carreira na PM AL (Polícia Militar AL), concurso PC AL (Polícia Civil AL), Agepen AL (agente penitenciário AL), Sesau AL (Secretaria de Saúde AL) e Seduc AL (Secretaria de Educação AL). 

Concurso público: Governador de Alagoas promete 5 editais para 2021 (Imagem: Google)
Concurso público: Governador de Alagoas promete 5 editais para 2021 (Imagem: Google)

Com a suspensão de contratações públicas em 2020, determinada pelo governo federal, o estado de Alagoas adiou seu cronograma de concursos públicos para 2021.

Dessa forma, serão publicados 5 editais para as mais variadas áreas com salários que podem chegar a mais de R$ 3 mil. 

Para justificar a decisão do adiamento, Renan Filho, explicou que espera ter candidatos melhores preparados e mais tranquilos durante as avaliações, afirmando que o atual cenário poderia prejudica-los.   

“Nós vamos fazer concurso por conta da entrega de novos hospitais, se preparem, se dediquem porque oportunidades surgirão. E no primeiro semestre do ano que vem, nós vamos correr um pouco agora, para podermos avançar e criar um cronograma, mas neste final do ano e no primeiro semestre do ano que vem nós teremos uma agenda de concursos públicos, dando sequência ao nosso trabalho de reestruturar Alagoas”, informou o governador por live.  

Concurso na Polícia Militar de Alagoas  

Para quem for tentar uma vaga na PM, serão aceitos candidatos entre 18 e 30 anos que tenham uma altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Os salários deverão ter um valor médio de R$ 3.744,47 a partir do curso de formação.  

Detalhes sobre calendários, normas dos exames e demais etapas de avaliação deverão ser publicadas em breve.  

Seleção da Polícia Civil 

Já para quem desejar ingressar na polícia civil, serão cerca de 360 vagas, sendo 300 para agentes e 60 para delegados.

Nesse caso, os critérios de avaliação levarão em conta a formação superior. Novas informações também deverão ser disponibilizadas ao longo das próximas semanas. 

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.