Porto Seguro começa a oferecer serviços de saúde popular; conheça

Nesta segunda-feira (21), a Porto Seguro divulgou o lançamento de um serviço de assinatura batizado de“Porto Cuida” com intuito de realizar consultas e exames no valor de R$19,90 por mês. Conheça mais.

publicidade
Porto Seguro começa a oferecer serviços de saúde popular; conheça
Porto Seguro começa a oferecer serviços de saúde popular; conheça (Foto: Google)
publicidade

O serviço possibilita a inclusão de dois dependentes além do titular, sem ser preciso um grau de parentesco entre os clientes.

É proporcionado também descontos em consultas (físicas e remotas), exames, terapias e medicamentos. Em sua assinatura já estão inclusos quatro atendimentos por telemedicina ao ano por vida, serviço oferecido pela rede Teladoc. 

Público alvo

O intuito do novo serviço oferecido é atingir a parcela crescente de brasileiros que não possuem plano de saúde , tanto por conta da crise econômica que se encontra o Brasil, quanto por conta dos custos altos para garantir proteção.

Os preços altos do seguro-saúde têm inviabilizado o acesso a planos individuais para pessoas que perderam seus empregos e também o plano de saúde corporativo.

Diversidade de seguros

A Porto Seguro também está disponibilizando planos de saúde corporativos no segmento de empresas de grande porte e também para PMEs em São Paulo e no Rio de Janeiro. O serviço tem o objetivo de disseminar essa atuação, diz o vice-presidente de Seguros da empresa, Marcelo Picanço. 

Picanço aponta que a pandemia do novo coronavírus adiou este processo. “O produto não é um seguro ou um plano de saúde: seu objetivo é facilitar o acesso a serviços médicos, que ganham relevância atualmente. Hoje, 3/4 da população brasileira não tem um plano de saúde e precisam de orientações sobretudo sobre a covid-19.”

Segundo ele, o objetivo do novo serviço é ser uma espécie de complemento ao SUS. “A rede pública atende bem, mas o problema é que o atendimento é burocrático e o tempo de espera é longo. O processo de orientação aos usuários do sistema ainda é muito manual”, diz Marcelo.

“Buscamos oferecer um serviço digital de orientação em um momento no qual as pessoas buscam evitar o ambiente hospitalar,” complementa.

A empresa é a primeira a entrar no mercado dominado por pequenas empresas. Ela aposta na visibilidade que possui os seus serviços para atrair a atenção das pessoas. 

Giovanna FreitasGiovanna Freitas
Giovanna Freitas é graduanda na Universidade Anhembi Morumbi (UAM), atualmente é redatora do portal FDR produzindo pautas sobre finanças.