A partir da última quarta-feira (19) se iniciou o processo de privatização das loterias da Caixa. Através de um decreto presidencial, o governo passou a permitir que o serviço de apostas e loterias seja oferecido pela iniciativa privada.

publicidade
Urgente! Governo Bolsonaro vai privatizar loterias da Caixa
Urgente! Governo Bolsonaro vai privatizar loterias da Caixa. (Imagem: Google)
publicidade

O setor de loterias da Caixa não é o único na esteira das privatizações, o atual presidente do banco já havia declarado a intenção de realizar a primeira abertura de capital em outubro deste ano.

Loterias fazem parte do Plano Nacional de Desestatização

Publicada em 10 de junho, a Resolução Nº 134 definiu o serviço de “apostas de quotas fixas” e inclui no programa de parcerias público-privadas.

Esse tipo de aposta é aquela que não precisa de uma loteria, como as apostas esportivas e raspadinhas, e pode começar a ser realizada por empresas do terceiro setor.

Segundo o Ministério da Economia, o processo de desestatização vai permitir a exploração do serviço pelo mercado.

Para a equipe econômica, a abertura irá trazer recursos ao Estado e gerar empregos e renda ao Brasil.

Apostas esportivas online

Embora ainda não existam legalmente no Brasil, os sistemas de apostas esportivas online são muito utilizados em outros países.

Grandes eventos esportivos como o Super Bowl e a NBA FINALS já são acompanhados de grandes movimentações financeiras nos sites de apostas.

O plano do Ministério Econômico é aproveitar melhor esse mercado que já movimenta mais de R$ 28 bilhões anualmente nos EUA.

Se a abertura for bem sucedida no Brasil pode significar uma nova fonte de receitas para os cofres públicos.

Lotéricas temem pela concorrência desleal

Os donos de casas lotéricas, por outro lado, temem que as novas modalidades online façam que os jogadores migrem de serviços.

Com atribuições cada vez mais reduzidas, já que o pagamento digital de boletos e contas é cada vez mais comum, os jogos representam grande receita destes estabelecimentos.

Empregando milhões de funcionários em todo Brasil, as lotéricas reivindicam que haja reajustes dos pagamentos para compensar a concorrência com as casas de apostas online.

Além de mais prático, os sistemas de apostas online conseguem ser mais baratos para os jogadores e ainda pagar uma parte muito maior da arrecadação de cada concurso.

 

Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.