PONTOS CHAVES

  • Concurso do exército oferta mais de 150 vagas
  • Salários variam e podem ser maiores que R$ 8 mil
  • Há oportunidades em tecnologia, administração e mais

Oportunidade para quem estava se preparando para um concurso público. Na última semana, o exército brasileiro informou que estará recrutando mais de 150 profissionais para atuarem em suas bases nacionais. Os salários variam de acordo com o cargo ocupado, mas chegam a ser superiores a R$ 8 mil. Ao todo, há três seleções em andamento.   

publicidade
Concurso para Exército Brasileiro está aberto! Saiba como se inscrever (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

A primeira seleção é destinada para quem deseja ingressar no Instituto Militar de Engenharia do Rio de Janeiro. Nesse caso, há 98 vagas destinadas para servidores da ativa e reserva.

A seleção está dividida em dois segmentos, sendo 70 oportunidades para quem desejar seguir carreira militar no Concurso de Admissão aos Cursos de Formação e Graduação de Oficiais da Ativa (CACFG/Ativa) do Quadro de Engenheiros Militares de 2020/2021. 

As 28 restantes estão destinadas para o Concurso de Admissão aos Cursos de Formação e Graduação de Oficiais da Reserva (CACFG/Reserva) do quadro de engenheiros militares de 2020/2021. 

O concurso terá uma duração de cinco anos e vai ser administrado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME). No primeiro ano de ingresso, o candidato receberá a codigicação de militar aluno, fardamento, alimentação, assistência médica, dentária, psicológica, alojamento e um salário inicial de R$ 1.334,00.  

Na sequência, ele será declarado como aspirante-a-oficial da Reserva do Quadro de Material Bélico e por fim, nos últimos quatro anos, tem sua formação finalizada.  

Processo de inscrição

Para se candidatar, os interessados precisam fazer suas inscrições no site do Instituto Militar de Engenharia até o dia 18 de agosto. A taxa para participar é de R$ 100 e é preciso cumprir os seguintes pré-requisitos:  

  • Ser brasileiro; 
  • Ser voluntária para o serviço militar, se do sexo feminino; 
  • Ter concluído, até o ato da matrícula, o ensino médio ou equivalente; 
  • Ter a idade mínima de 16 anos de idade e máxima de 21 ou 22 anos, ambos completados no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano do concurso (ano anterior ao da matrícula no CFG do IME); 
  • Possui a altura mínima de 1,60m aos candidatos do sexo masculino ou, se do sexo feminino, a altura mínima é de 1,55m 

Etapas da seleção

Os candidatos passarão por uma série de etapas, que contarão com uma prova teórica, marcada para o dia 11 de outubro.

Depois, haverá ainda uma prova de inglês, português e redação. Na sequência, são iniciados os procedimentos físicos e mentais, sendo eles:  

  • Inspeção de Saúde (IS); 
  • Exame de Aptidão Física (EAF); 
  • Avaliação Psicológica (Avl Psc); 
  • Procedimento de Heteroidentificação (PH). 

Concurso ao IME

Outro concurso que também está em andamento é o destinado a Formação de Oficiais da Ativa (CA/CFrm) do Quadro de Engenheiros Militares de 2020/2021. Nesse caso, há 7 vagas e estas estão destinadas para as áreas de engenharia da computação e engenharia de produção. 

A realização acontecerá por meio do Instituto Militar de Engenharia (IME) e terá uma duração de um ano. Ao entrar, o candidato ficará no Curso Básico de Formação Militar do QEM (CBFM/QEM).

Depois entra para a Formação Específica do QEM (CFE/QEM). Na sequência, pode se eleger como primeiro-tenente do Quadro de Material Bélico, da reserva de 2ª Classe, tendo um salário inicial de R$ 8.245,00. 

Concurso para Exército Brasileiro está aberto! Saiba como se inscrever (Imagem: Reprodução – Google)

Perfil dos candidatos  

Para poder se candidatar é preciso seguir tais determinações:  

  • Ser brasileiro nato; 
  • Ser voluntária para o serviço militar, se do sexo feminino; 
  • Ter concluído, até a matrícula, a graduação em engenharia; 
  • Ter, no máximo, 26 anos de idade, completados no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano da matrícula; 
  • Ter a altura mínima de 1,60m para os candidatos do sexo masculino ou, se do sexo feminino, a altura mínima de 1,55m; 
  • Estar em dia com as obrigações do Serviço Militar e da Justiça Eleitoral, bem como não estar na condição de réu em ação penal; 
  • Caso seja e ex-integrante de qualquer uma das Forças Armadas ou de Força Auxiliar, não ter sido demitido por ter sido declarado indigno; 
  • Não apresentar tatuagens que façam alusão a ideologias terroristas ou extremistas contrárias às instituições democráticas, a violências, a crimes, a ideias ou atos libidinosos, a discriminações ou a preconceito de raça, de credo, de sexo ou de origem ou, ainda, a ideias ou a atos ofensivos às Forças Armadas. 

Inscrições e etapas da seleção 

O processo seletivo está sendo feito inicialmente pelo site do Instituto Militar de Engenharia. Os interessados devem se cadastrar até o dia 1 de setembro e pagar uma taxa de R$ 110.  

Já as avaliações acontecerão por meio das seguintes etapas:

  • Exame Intelectual (EI); 
  • Inspeção de Saúde (IS); 
  • Exame de Aptidão Física (EAF); 
  • Avaliação Psicológica (Avl Psc); e 
  • Procedimento de Heteroidentificação (PH). 

As aplicações ocorrerão nas cidades de Porto Alegre – RS; Belo Horizonte – MG; Juiz de Fora – MG; Curitiba – PR; Salvador – BA; Recife – PE; Belém – PA; Campo Grande – MS; Fortaleza – CE; Teresina – PI; Brasília – DF; Goiânia – GO; e Manaus – AM. 

Concurso Público à EsFCEx e EsSEx

Por fim, há uma seleção para a Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx) e Colégio Militar de Salvador (CMS). Nesse caso, são 41 vagas no Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar (CFO/QC) e no Curso de Formação de Capelães Militares (CF/CM). As áreas de atuação são:  

  • Administração (3); 
  • Ciências contábeis (2); 
  • Direito (3); 
  • Estatística (2); 
  • Informática (3); 
  • Magistério: Biologia (2), Espanhol (2), Física (2), Geografia (2), História (2), Inglês (2), Matemática (1), Português (1) e Química (2); 
  • Pedagogia (1); 
  • Psicologia (1). 

Para poder participar, os interessados devem: 

  • Ser brasileiro nato; 
  • Apresentar cédula de identidade civil ou militar, certidão de nascimento ou de casamento (esta última, se for o caso); 
  • Apresentar comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF); 
  • Ter, no mínimo, 1,60m de altura, se do sexo masculino, ou 1,55m de altura, se do sexo feminino. 

Inscrições e avaliações 

O processo de inscrição deve ser feito por meio do site da EsFCEx até o dia 5 de agosto. A taxa de participação é de R$ 120 e a seleção contará com as seguintes etapas:  

  • Exame Intelectual (EI), a ser realizada por todos os candidatos; 
  • Verificação documental preliminar, a ser realizada apenas pelo candidato aprovado na primeira fase; 
  • Prova de títulos (PvT): a ser realizada somente pelo candidato ao CF/CM, aprovado no EI; 
  • Inspeção de saúde (IS), a ser realizada apenas pelo candidato aprovado no exame intelectual; 
  • Exame de aptidão física (EAF): será realizado, apenas, aos candidatos aprovados no EI e apto na IS; 
  • Avaliação psicológica (Avl Psc), a ser realizado apenas pelo candidato aprovado no EI, e apto na IS e no EAF. 

 

Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.