Passo a passo para você pedir seguro desemprego online

PONTOS CHAVES

  • Pandemia amplifica números do seguro desemprego
  • Com agências fechadas, solicitação deve ser feita online
  • Trabalhadores precisam ter acesso ao número de requerimento
  • Pagamento pode ser ofertado por até 5 meses

Mediante a pandemia do novo coronavírusnúmero de solicitação do seguro desemprego aumenta. Para os trabalhadores que ficaram desempregados nos últimos meses, os benefícios ofertados pelo governo federal têm sido a principal fonte de recurso. Entre eles, o seguro desemprego vem crescendo consideravelmente, ofertando valores com base no piso nacional durante um período de três a cinco meses. 

Passo a passo para você pedir seguro desemprego online (Imagem: Reprodução – Google)

Tem direito ao seguro desemprego todos aqueles que foram demitidos sem justa causa. Nesse caso, não é possível ter outra fonte de renda comprovado e o servidor não pode estar vinculado a demais projetos sociais do governo, exceto auxílio-acidente, do auxílio suplementar e do abono de permanência em serviço. 

Além disso, suas informações devem estar devidamente atualizadas nas plataformas federais para que assim consigam ter acesso as quantias.

É importante lembrar que, o  inscrito no seguro desemprego não pode ser considerado sócio ou proprietário de uma marca ou negócio. Isso implica dizer que, caso possua uma empresa em seu nome ele está automaticamente desqualificado.  

No que diz respeito ao tempo de trabalho necessário para ter acesso ao seguro, o cidadão precisa cumprir as seguintes regras:  

  • 1º pedido: pelo menos 12 dos 18 meses antes da demissão 
  • 2º pedido: pelo menos 9 dos 12 meses antes da demissão 
  • 3º pedido em diante: nos 6 meses antes da demissão 

Como solicitar o seguro desemprego online 

Com as agências de atendimento fechadas por causa da pandemia do novo coronavírus, os trabalhadores estão fazendo seus pedidos pela internet. 

Nesse caso, o registro deve ser feito por meio do site Emprega Brasil. O usuário deverá ter em mãos o número de seu CPF e o requerimento do seguro desemprego, concedido pela empresa na hora da demissão.  

Passo a passo virtual  

A primeira coisa ao abrir o site é se direcionar até a aba ‘quero me cadastrar’. Depois de preencher suas informações (questionário com cinco perguntas) você deverá informar os dados da carteira de trabalho.  

Nesse momento, o cidadão deve acertar quatro dos cinco questionamentos feitos, tendo em vista que eles tomarão como base seu histórico trabalhista. Em caso de erros, será necessário esperar 24h para fazer uma nova solicitação.  

Passado o questionário, basta clicar em “Solicitar Seguro-Desemprego” e informar o número do requerimento mencionado acima. Feito isso, o usuário deve preencher os dados de sua vida laboral ou acadêmica e aguardar a aprovação.  

Solicitação via aplicativo  

Além do site é possível também pedir o seguro desemprego pelo aplicativo da carteira de trabalho digitalBasta baixa-lo na loja de apps do seu celular e seguir essas etapas: 

– Clicar em “benefícios”
– Na parte onde informa “seguro-desemprego”, clicar em solicitar
– Informar o requerimento do seguro-desemprego
– Em seguida, siga as instruções 

Prazos e valores do seguro desemprego 

O pagamento deve ser realizado em um prazo de até 30 dias após a aceitação do seguro. Nesse caso, o valor é liberado pela Caixa Econômica Federal e pode variar entre R$ 1.045 e R$ 1.813,03.  

Passo a passo para você pedir seguro desemprego online (Imagem: Reprodução – Google)

O envio pode ser ofertado durante três a cinco meses, a depender da quantidade de vezes em que o benefício foi solicitado. Para poder consultar a quantia exata, basta acessar o site ou app da carteira de trabalho digital.  

Para definir o valor o sistema soma os três últimos salários do profissional, e divide esse resultado por três. O salário vai depender de quanto foi a média das remunerações:

  • Até R$ 1.599,61: multiplica-se o salário médio por 0,8 (80%)
  • De R$ 1.599,62 a R$ 2.666,29: o que exceder R$ 1.599,61 será multiplicado por 0,5 (50%) e somado a R$ 1.279,69
  • Acima de R$ 2.666,29: a parcela será de R$ 1.813,03

Formas de pagamento do seguro desemprego:  

O beneficiário do seguro desemprego pode receber das seguintes formas:  

  • Por depósito em conta simplificada ou conta poupança na Caixa 
  • em agências da Caixa com documento de identificação civil, carteira de trabalho e Requerimento de seguro-desemprego 
  • Em terminais de autoatendimento, lotéricas e casas de conveniência com o cartão cidadão 

Em caso de dúvidas basta entrar em contato com a Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia, preenchendo um formulário de contato. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA