Seguro desemprego foi solicitado 2,6 milhões de vezes na pandemia

Durante a pandemia do novo coronavírus diversas empresas precisaram demitir seus funcionários para conseguir manter a saúde financeira. Em levantamento divulgado nesta quinta-feiro (9) há um novo panorama sobre o seguro desemprego no país.

Seguro desemprego foi solicitado 2,6 milhões de vezes na pandemia (Montagem/FDR)
Seguro desemprego foi solicitado 2,6 milhões de vezes na pandemia (Montagem/FDR)

Os dados da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia mostram que foram registrados 653,2 mil pedidos de seguro-desemprego no mês de junho. Quando comparado ao mesmo período do ano passado, total 28,4% maior, quando houve 508,9 mil solicitações.

Somando aos dos outros meses, o total de pedidos do seguro desemprego no país já soma mais de 2,59 milhões, desde a última quinzena de março. Os três estados com o maior número de solicitações são São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, respectivamente.

Já quando observado os setores mais impactados pelas demissões está o de serviços com (41,7%); seguido do de comércio (25,4%); indústria (18,7%); a construção (10,1%); e, por fim, a agropecuária (4,1%).

Os números dos seis primeiros meses do ano somam 3,9 milhões pedidos de seguro-desemprego, um aumento de 14,8% em comparação com o mesmo período de 2019 (3,4 milhões).

A pandemia tem se comportado de forma desregulada no país, mas os altos índices provocam diversas modificações principalmente no emprego. Este cenário tem deixado muitas incertezas na economia do país.

Como o reflexo, empresas fecham as portas e as demissões se tornam uma alternativa em meio a uma atmosfera de previsão de recessão econômica. Dados pontuam que este se tornou uma das maiores crises da história.

Atualmente já está sendo observado a retomada das atividades em alguns estados e cidades, mesmo com os números elevados de casos. Porém, ainda há incertezas sobre possíveis novos fechamentos.

Como solicitar o seguro desemprego pela internet

Vale destacar que o procedimento só pode ser realizado online desde que não haja inconsistência. A ferramenta atua como uma análise de dados do solicitante e informa, na hora, se o benefício pode ser concedido automaticamente ou não.

É possível realizar de duas formas, sendo através de no site do Gov.br ou através do app “Carteira de Trabalho Digital” – disponível para download em aparelhos que usam os sistemas operacionais Android e iOS.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA