Auxílio emergencial: Portal da Transparência divulga nome de TODOS os beneficiados

Após denúncias de fraude, Ministério da Cidadania e Dataprev liberam seus dados para consulta. Na última semana, o Portal da Transparência do Governo Federal foi atualizado. A página digital tem como objetivo apresentar os números do poder público e precisou passar por essa formatação para poder exibir as informações dos cadastrados no auxílio emergencial. 

Auxílio emergencial: Portal da Transparência divulga nome de todos os beneficiados (Imagem: Reprodução - Google)
Auxílio emergencial: Portal da Transparência divulga nome de todos os beneficiados (Imagem: Reprodução – Google)

Quem fizer a consulta, poderá ter acesso ao nome completo, CPF e valor recebido por cada cidadão.  

A iniciativa de poder publicizar esses dados veio do Tribunal de Contas da União. Após receber uma denúncia anônima, informando que mais de 70 mil militares estariam tendo acesso aos R$ 600 do coronavoucher de forma incorreta, a justiça solicitou uma revisão dos cadastrados de modo que pudesse cobrar a aqueles que não tinham direito, mas gozavam do pagamento.  

Desse modo, o Ministério da Cidadania recebeu uma intimação afirmando sobre a obrigatoriedade da publicação. Na página, é possível conferir os informes de mais de 53 milhões de cadastrados.  

Como fazer a consulta?

Os interessados em conferir se os seus nomes estão registrados independente de estarem ou não recebendo valores, precisam acessar o site (aqui).

Basta fazer uma busca por meio dos filtros, que dividem os usuários através de estado, município e mês. É só digitar o nome completo, número do CPF ou Número de Identificação Social (NIS).  

A medida é válida tanto para quem foi cadastrado no Cadastro Único, quanto no aplicativo do Auxílio Emergencial e também para os segurados do Bolsa Família. Para esse último grupo, a consulta pode ser feita a partir dos dados do titular do benefício.  

Levantamento geral do governo  

De acordo com os números contabilizados, até o momento o governo teve uma despesa de R$ 38 bilhões com os pagamentos da primeira e da segunda parcela. No entanto, é válido ressaltar que nem todos os segurados tiveram acesso a segunda rodada. Para quem se registrou após o dia 30 de abril, só foram pagos os valores do primeiro lote.  

Denúncias contra fraudes no auxílio emergencial 

Quem fizer a consulta e ver que está com o nome incluso indevidamente, pode denunciar por meio da própria página. Basta informar que o depósito feito não é de conhecimento do CPF cadastrado.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA