Justiça do ES pressiona Caixa sobre atendimentos e o banco reage

Com a liberação do auxílio emergencial pelo governo federal nas últimas semanas, o número de brasileiros com problemas na hora de realizar os procedimento através da internet provocou diversas reações. Entre as principais, a quantidade expressiva de pessoas que se aglomeraram em diversas agências da Caixa Econômica ao redor do país, buscando por respostas.

Justiça do ES pressiona Caixa sobre atendimentos e o banco reage (Reprodução/Internet)
Justiça do ES pressiona Caixa sobre atendimentos e o banco reage (Reprodução/Internet)

No Espírito Santo, a Justiça Federal determinou por meio de liminar que a Caixa Econômica Federal e o Governo do Estado adote medidas que possam melhorar o atendimento.

As ações devem ser aplicadas para reduzir e evitar as filas nas agências. Liminar foi concedida na última quarta-feira (13), sendo coloca logo após um pedido ajuizado pelo Ministério Público Federal no Espírito Santo.

De acordo com a medida, cabe aos órgãos solicitados criarem alternativas a fim de diminuir o número de pessoas e organizar as filhas durante o horário de atendimento do público no banco. Além de prevalecer a distância mínima de 1,5 metros entre as pessoas.

Deverá também ter uma sinalização indicando as ações e o local onde cada um deverá ficar. Prazo para implementação de todas as medidas é de 10 dias. Caso não seja cumprido, multa estipulada é de R$ 5 mil por agência.

Ainda entre a ações, a Caixa também poderá solicitar a Polícia Militar a sua a presença para que evite a aglomeração de pessoas. O banco também deverá realizar uma triagem no atendimento para evitar longas filas.

Caberá, por sua vez, ao Governo do Estado cooperar em todas as ações, principalmente na marcação de sinalização disciplinadora para manutenção do distanciamento mínimo entre as pessoas.

Ainda foi definido pela Justiça que em 10 dias deverá ter um plano efetivo de fiscalização das filas externas das agências bancárias. O Estado deverá indicar o número de agentes públicos deslocados para o seu cumprimento.

Em resposta as solicitações, o banco detalhou que a discussão está sendo analisada e está em fase inicial. O Governo do Estado ainda não respondeu.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.