Minha Casa Minha Vida: MDR faz balanço ALARMANTE sobre funcionamento do programa

Neste mês de março, o Ministério do Desenvolvimento Regional efetuou um diagnóstico que mostrou a necessidade de obter R$ 8 bilhões em 2020 para que as obras, incluindo do Minha Casa Minha Vida, possam ser retomadas após a crise do coronavírus. Dentro dessa estimativa, estão os R$ 3,1 bi que serão utilizados para a iniciação do novo programa de habitação do Governo Federal. Esses valores serão utilizados para auxiliar a retomada e crescimento das atividades econômicas.

Minha Casa Minha Vida: MDR faz balanço ALARMANTE sobre funcionamento do programa
Minha Casa Minha Vida: MDR faz balanço ALARMANTE sobre funcionamento do programa (Imagem: Reprodução/Google)

O crescimento tem sido planejado pelo programa “Plano Pró-Brasil” que tem como objetivo oferecer investimentos em infraestrutura a fim de impulsionar o crescimento da economia.

A intensão do governo é reformular o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e através disso, regularizar residências que já estejam ocupadas. O ministro Rogério Marinho, da pasta de Desenvolvimento Regional, tem como ideia mapear casas existentes e em áreas que possam ser regularizadas, dessa forma poderá conceder ao morador a propriedade da residência ou terreno.

O intuito é criar uma parceria com as prefeituras e oferecer às famílias os recursos necessários para adequação e construção de cômodos que tornem os locais habitáveis.

Um ofício encaminhado ao Ministério da Economia, no mês de março, informou que essa reformulação seria benéfica para cerca de 804 mil famílias e renderia mais de 47 mil empregos diretos e indiretos.

Com a retomada das obras de casas inacabadas, seria possível entregar mais de 100 mil unidades habitacionais, além de viabilizar mais 210 mil empregos.

O Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) fez a solicitação de R$ 1,6 bilhão para obter recursos hídricos, além de R$ 1,2 bilhão para a retomada de obras urbanas e de mobilidade. O objetivo é aquecer diversos setores da construção civil de pequenas e grandes cidades.

Para as obras de saneamento, o MDR solicitou R$ 867,4 milhões e que devem ser utilizados para desenvolver 411 empreendimentos em cerca de 200 municípios. Com essas obras, é possível beneficiar mais de 2.700 famílias brasileiras por meio do Minha Casa Minha Vida e de programas similares.

De acordo com o ofício emitido ao ministério, a disponibilização desse orçamento terá efeitos significativos na economia e geração de novos empregos.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA