2° parcela do auxílio emergencial será paga quando? Veja AQUI

O governo, através do Ministério da Cidadania, informou que não haverá mais a antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial, no valor de R$ 600,00. O ministro Onyx Lorenzoni informou que será necessário solicitar um crédito suplementar, pois de acordo com a pasta, a procura pelo auxílio fez com que os recursos ficassem escassos.

2° parcela do auxílio emergencial será paga quando? Veja AQUI
2° parcela do auxílio emergencial será paga quando? Veja AQUI (Imagem: Montagem/FDR)

Em nota à imprensa, a pasta informou: “Tanto o Ministério da Cidadania quanto a Caixa manifestaram seu desejo de antecipar o pagamento da segunda parcela. No entanto, devido ao alto número de informais cadastrados e a determinação do governo de não deixar ninguém para trás, todas as expectativas foram superadas e tornou-se imperativo solicitar crédito suplementar para poder completar o atendimento a todos”, finaliza.

De acordo com a informação divulgada anteriormente, na última quinta-feira (23) se iniciaria o pagamento da segunda parcela benefício.

Os valores seriam liberados de acordo com o calendário que leva em consideração a data de aniversário do beneficiário. Os primeiros a receber eram aqueles que estão no Cadastro Único ou que se inscreveram pelo aplicativo e/ou site e que fazem aniversário nos meses de janeiro e fevereiro.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o calendário continua mantido, pois se trata ainda da primeira parcela.

Ainda de acordo com a nota emitida pelo Ministério da Cidadania, o objetivo é garantir que todas as pessoas aprovadas possam receber o benefício.

Além disso, o governo afirmou que irá informar a data da segunda parcela durante o mês de maio, porém ainda não há confirmação sobre o dia.

A respeito do adiamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial, a pasta informou que seguiu as recomendações dadas pela Controladoria Geral da União.

Em nota, afirma que o valor para pagamento das três parcelas é de R$ 32,7 bilhões e que já foram transferidos R$ 31,3 bilhões. É preciso lembrar que ainda há cerca de 12 milhões de cadastros a serem avaliados e possivelmente aprovados para o recebimento da primeira parcela.

Para finalizar, o Ministério da Cidadania informou que enviou no dia 22 de abril uma nota técnica para que o Ministério da Economia possa avaliar a solicitação de suplementação orçamentária.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.