Caixa pode entrar no Livro dos Recordes por conta desse fato

O auxílio emergencial de R$600 que está sendo pago pelo governo é mais conhecido como coronavoucher. Esse benefício foi um alívio para uma boa parte da população, mas para que isso acontecesse na velocidade atual alguns recordes foram batidos. Nos EUA, o governo vai demorar até o início do próximo mês, maio, para pagar a primeira parcela do auxílio emergencial. Enquanto isso, a Caixa Econômica já realizou os primeiros pagamentos.

Caixa pode entrar no Livro dos Recordes por conta desse fato
Caixa pode entrar no Livro dos Recordes por conta desse fato (Foto: Google)

Nos Estados Unidos, o pagamento será realizado por meio de um serviço postal e em uma escala bem menor que a brasileira. 

A Caixa já recebeu o cadastro de 38 milhões de pessoas, deste, pelo menos 9 milhões com dados tratados. 

A instituição tem a chance de entrar no Guinness Book, por ter realizado a maior quantidade de pagamento em um só dia. 

Isso aconteceu na última sexta-feira (17), em que o banco pagou 7,5 milhões em benefício para os trabalhadores com direito ao auxílio de R$600.

Essa entrada para o livro dos recordes ainda não foi confirmada, mas o presidente do Banco, Pedro Guimarães, adiantou que a organização está em conversa com o pessoal para registrar o recorde

Além disso, o banco conseguiu criar um dos maiores bancos digitais do país em um período de 10 dias.

Essa medida foi feita principalmente para atender as pessoas que não possuem conta em banco.

A Caixa lançou um aplicativo chamado de Caixa Tem que permite a criação de uma conta digital para receber o auxílio emergencial. Segundo informações da marca, já foram registrados 50 milhões de downloads do app. 

O Nubank, uma das maiores fintechs do país, tem 15 milhões de usuários, já o Bando Inter conta com 3,3 milhões.

Além de ter uma base maior de informações e estar ampliando agora seus serviços, a Caixa conseguiu vender diversos ativos antes da crise e está bem posicionada com bilhões em seu banco. 

A estatal quer entrar forte no mercado de microcrédito e já conseguiu cadastrar boa parte de seus futuros clientes por conta do auxílio emergencial.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Caixa pode entrar no Livro dos Recordes por conta desse fato

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA