Crise do coronavírus: como pausar as prestações de imóvel e automóvel por 60 dias

Com a prorrogação da quarentena, a crise do coronavírus afeta cada vez mais a economia. Para quem está buscando saídas para reduzir despesas nesse período, pode ser uma boa opção pausar as prestações de financiamentos de imóvel e automóvel por 60 dias.

Crise do coronavírus: como pausar as prestações de imóvel e automóvel por 60 dias
Crise do coronavírus: como pausar as prestações de imóvel e automóvel por 60 dias

A medida ainda é recente, mas até o final de março mais de cem mil clientes pausaram as prestações do financiamento imobiliário.

Antes de tudo vamos entender como funciona o direito, no mês de março o Conselho Monetário Nacional (CMN) determinou que todos os bancos permitissem a pausa nas prestações de até duas dívidas para todos os clientes.

A instituições adotaram regras bem parecidas, só podem solicitar a pausa os clientes que estão em dia com as parcelas, com exceção da caixa que permite a pausa para clientes com até 4 meses em atraso.

Para cliente da Caixa o prazo da pausa também foi aumentado recentemente para até 90 dias, ou 3 prestações.

Cada cliente também pode solicitar a pausa para até 2 contratos vigentes, financiamento da casa e do carro por exemplo.

Como ficam os juros para quem pedir a pausa das prestações?

Segundo as determinações do CMN, os clientes não serão penalizados com multas ou juros adicionais. As taxas de contratação também devem permanecer inalteradas após os meses de suspensão. A modalidade será oferecida aos clientes apenas durante a crise do coronavírus.

As parcelas também não ficarão “de graça” para os clientes. Após a pausa no financiamento, as parcelas serão acrescentadas ao final do contrato e os juros também correm normalmente.

Vale a pena pausar as prestações durante crise do coronavírus?

Como falei a pausa não vai sair de graça, os juros continuarão sendo cobrados pelos bancos após a suspensão.

Assim, o valor total pago no financiamento pode ficar maior para o cliente que quiser pausar as parcelas.

Por isso a pausa é mais indicada para quem realmente não iria conseguir arcar com as parcelas em decorrência da crise, ou seja, mesmo com um pouco mais de juros é melhor pausar o financiamento do que ficar inadimplente.

Como pedir a pausa nas prestações?

Como esta é uma medida contra a crise do coronavírus, não faria sentido exigir a presença dos clientes nas agências para pedir a pausa.

Por isso todas as instituições bancárias já disponibilizaram maneiras de solicitar a suspensão sem sair de casa, principalmente pelo telefone e pelos internet banking.

Para quem fez o financiamento pela caixa, é possível fazer a solicitação pelo aplicativo: “Habitação Caixa”. Após baixar o aplicativo siga os passos:

  • Crie o seu cadastro ou faça login caso já seja cadastrado;
  • Confirme seu número de celular informando o código do sms;
  • Leia as informações e autoriza a Caixa entrar em contato por sms;
  • Clique em “Solicitar”.

Após solicitar a pausa, o banco te informará o status da solicitação no seu celular via sms. É importante lembrar que o prazo é de 10 dias para o processamento.

Também é possível pedir por telefone, na Caixa o número para realizar a solicitação é o 0800 726 0505 opção 7. Lembrando que nessa operação será solicitado seu número de conta ou CPF.

Para quem tem o financiamento em outros bancos o processo é parecido, mas varia para cada instituição. Em suma, é importante procurar o telefone de atendimento do seu banco ou procurar as opções de atendimento no aplicativo ou internet banking.

Por fim é importante alertar que muitos aplicativos falsos de diversos bancos estão sendo lançados para enganar os clientes e conseguir informações dos usuários como dados e senhas.

Para evitar cair em algum tipo deste golpe basta buscar o autor, ou seja, quem lançou o aplicativo na loja do seu aparelho e nunca fornecer senhas em ambiente que não sejam seguros.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Sandro Messa
Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA