Optantes do saque aniversário do FGTS ganham crédito maior para empréstimo

Os trabalhadores que escolheram o saque aniversário do FGTS, feito uma vez por ano, poderão antecipar o resgate dos recursos para fazerem empréstimos bancários. A modalidade foi criada neste ano.

Optantes do saque aniversário do FGTS ganham crédito maior para empréstimo
Optantes do saque aniversário do FGTS ganham crédito maior para empréstimo (Imagem: Reprodução/Google)

O governo estava estudando há alguns meses uma forma para estimular a economia. Inicialmente, a ideia era restringir esse tipo de operação a três saques-aniversário, mas optou-se por liberar todo o saldo e deixar que as partes envolvidas, ou seja, banco e cliente, negociem livremente as condições da operação.

Leia também: Abono salarial 2020 não vai ser pago esse ano? Entenda aqui!

A medida deve ser aprovada pelo Conselho Curador do FGTS na próxima semana. Com essa resolução, o trabalhador poderá pedir recursos emprestados até o limite do saldo existente no FGTS e não ficar a espera do cronograma de saque, na data do aniversário para poder retirar o dinheiro.

O valor do crédito concedido ficará bloqueado na conta vinculada do FGTS e será repassado pela Caixa Econômica Federal ao banco que concedeu o financiamento, uma vez por ano, como já acontece com a antecipação do Imposto de Renda de pessoa física. Mas com os juros mais baixos, utilizando o teto do consignado no serviço público. 

Será possível também, usar o recurso como garantia de empréstimos. Neste caso, aquele que tomar o empréstimo paga as parcelas e em caso de inadimplência, o banco que ofereceu o crédito receberá o valor correspondente, que também ficará retido na conta vinculada do trabalhador. 

A utilização dos recursos do FGTS nas operações de crédito está prevista na lei que autorizou o saque imediato das contas vinculadas em 2019 e criou o saque-aniversário FGTS, mas ainda não havia sido regulamentada.

Leia também: Preço dos alimentos oscila e governo estuda abuso nas cobranças durante a crise

Nessa modalidade, o trabalhador poderá sacar em dinheiro e sem custo na Caixa, uma vez por ano, parte do saldo, entre 5% e 50%, sendo que quanto maior valor disponível no fundo, menor o percentual.

O calendário começou neste mês de abril e finaliza a primeira rodada apenas no próximo ano. Conforme já foi divulgado pela Caixa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA