Restituição do IRPF 2020 modificou cronograma de pagamento? Confira!

Brasileiros questionam alterações no calendário do Imposto de Renda 2020. Apesar de anunciar a prorrogação do prazo de envio do IRPF 2020, a Receita Federal informou que não haverá mudanças no que diz respeito as datas de pagamento das restituições. Após receber uma série de dúvidas, o órgão afirmou que os dias divulgados seguirão mantidos.

Restituição do IRPF 2020 modifica cronograma para pagamento? Confira! (Imagem: Reprodução - Google)
Restituição do IRPF 2020 modifica cronograma para pagamento? Confira! (Imagem: Reprodução – Google)

Este ano, o pagamento ocorrerá mais cedo do que nas edições anteriores. Os contribuintes que tiverem direito a devolução, passarão a receber a partir do mês de maio. A ordem dos envios acontecerá de acordo com a prestação de contas. Isso significa que, quem mandou a declaração primeiro, terá prioridade na fila.

Leia também: Imposto de Renda 2020: Veja quando incluir os pais como dependentes dos filhos

Calendário das restituições do IRPF 2020

  • 29 de maio
  • 30 de junho
  • 31 de julho
  • 28 de agosto
  • 30 de setembro

De acordo com a Receita Federal, até a última segunda-feira (13) foram recebidas mais de 10,3 milhões de declarações, o equivalente a 32% do total esperado. A entrega final, que estava marcada para o dia 30 de abril, foi adiada para 30 de junho, mediante a situação do coronavírus.

Quem optar pelas datas da prorrogação, não precisará se preocupar com cobranças de juros e demais taxas. A medida foi validada em parceria com o governo federal, de modo que pudesse permitir que os contribuintes conseguissem ter acesso as suas documentações de validação dos informes, mediante o período da quarentena.

Mudança nas datas de pagamento

Outra data também alterada foi a de pagamento da primeira cota ou cota única. O valor deverá ser quitado até o dia 30 de junho. Para quem optar pelo débito automático ou parcelamento da primeira parcela, o prazo é de 10 de junho.

Leia também: Auxílio emergencial em análise? Saiba como mudar situação e receber R$600

Na segunda contribuição do documento de arrecadação, as novas datas são 11 e 30 de junho. O documento pode ser gerado por meio do site da Receita Federal, de forma gratuita.

É válido ressaltar que o imposto é de caráter obrigatório e implica em publicações na dívida ativa para aqueles que ficarem em estado de inadimplência.

Caso a situação do coronavírus se expanda ainda mais, a Receita deverá publicar quaisquer outras alterações do IRPF 2020.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA