PIS/PASEP: quer saber quanto vai receber? Aprenda a consultar!

Foi divulgado pelo governo o novo calendário de pagamentos do PIS/PASEP. O abono é pago para os trabalhadores que tiveram carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2019. Os pagamentos iniciam em 16 de julho e vão até 30 de junho do ano que vem.

PIS/PASEP: quer saber quanto vai receber? Aprenda a consultar!
PIS/PASEP: quer saber quanto vai receber? Aprenda a consultar! (Foto: Google)

Para saber o quanto vai receber é fácil. Para o PIS, o trabalhador pode acessar o site da Caixa ou utilizar o aplicativo Caixa trabalhador para celulares e tablets. Quem preferir utilizar o telefone, é só ligar para 0800 726 0207. Em ambos os canais, o número do NIS será solicitado.

Leia Mais: Ainda não sacou o PIS/PASEP? Você pode receber até R$1.045 (mas prazo está acabando)

Os funcionários públicos conseguem a informação de quanto tem direito pelo PASEP no site do Banco do Brasil ou ligando para a Central de Atendimento do BB pelos telefones 4004-0001 ou 0800 729 0001. Ainda existe o Alô Trabalhador no número 158.

Após conferir estas informações, veja os calendários do PIS/PASEP para recebimento no próximo ano.

PIS

Nascidos em Recebem a partir de Recebem até
Julho 16/7/2020 30/6/2021
Agosto 18/8/2020 30/6/2021
Setembro 15/9/2020 30/6/2021
Outubro 14/10/2020 30/6/2021
Novembro 17/11/2020 30/6/2021
Dezembro 15/12/2020 30/6/2021
Janeiro 19/1/2021 30/6/2021
Fevereiro 19/1/2021 30/6/2021
Março 11/2/2021 30/6/2021
Abril 11/2/2021 30/6/2021
Maio 17/3/2021 30/6/2021
Junho 17/3/2021 30/6/2021

 

PASEP

Final da inscrição Recebem a partir de Recebem até
0 16/7/2020 30/6/2021
1 18/8/2020 30/6/2021
2 15/9/2020 30/6/2021
3 14/10/2020 30/6/2021
4 17/11/2020 30/6/2021
5 19/1/2021 30/6/2021
6 e 7 11/2/2021 30/6/2021
8 e 9 17/3/2021 30/6/2021

Quem tem direito ao PIS/PASEP

  • Trabalhadores com carteira assinada por no mínimo 30 dias em 2019
  • Quem recebeu, no máximo, dois salários mínimos mensais, em média
  • Quem tem inscrição no PIS/Pasep há no mínimo cinco anos
  • E as empresa onde trabalhava tenham informado os dados corretamente ao governo.

Locais de saque

  • Funcionários de empresa privada, que estejam com Cartão Cidadão e senha cadastrada, podem sacar em caixas eletrônicos da Caixa ou em casas lotéricas
  • Caso não tenha o Cartão Cidadão, o saque é feito em uma agência da Caixa, com documento de identificação
  • Caso seja correntista individual da Caixa, o abono é depositado diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação
  • Para os servidores públicos, o saque é feito nas agências do Banco do Brasil, com documento de identificação. Servidores que são correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta.

Leia Mais: Guedes polemiza e sugere ESTAS mudanças no salário de servidores públicos

O valor do abono é de no máximo um salário mínimo, o que equivale a R$1.045. Ele é variável de acordo com o tempo de serviço.

Se a pessoa trabalhou durante todo o ano, vai receber o valor integral do abono. Já se o tempo de trabalho tiver sido de um mês, por exemplo, receberá um pagamento proporcional de 1/12 do salário mínimo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA