Corte de salários pode chegar a 90% para funcionários de montadora de veículos

A dona da Chevrolet, General Motors (GM), propôs a suspensão dos contratos de trabalho com cerca de 90% de corte de salários dos funcionários que trabalham na fábrica de São José dos Campos. 

Corte de salários pode chegar a 90% para funcionários de montadora de veículos
Corte de salários pode chegar a 90% para funcionários de montadora de veículos (Imagem: Reprodução/Google)

Essa informação foi concedida pelo Sindicato dos Metalúrgicos, que conseguiu encerrar neste sábado (4) uma rodada de quatro negociações com a montadora

Leia também: 13° do INSS: confira valor a ser recebido neste mês

A proposta foi realizada com base na Medida Provisória (MP) 936, que aceita a suspensão dos contratos de trabalhos em empresas, durante a pandemia do coronavírus. A empresa confirma a negociação com os empregados.

A General tem cerca de 3,8 mil funcionários em São José e pela proposta, apenas cerca de 100 funcionários que continuam trabalhando na planta receberiam o salário integral.

Os outros salários serão reduzidos entre 5% a 25%, seguindo as faixas:

  • Quem ganha até R$ 2.090,00 – vai receber 95% do salário
  • De R$ 2.090,01 a R$ 5.000 – 90%
  • De R$ 5.000,01 a R$ 10.000 – 85%
  • De R$ 10.000,01 – R$ 20.000 – 80%
  • Acima de R$ 20.000 – 75%

O sindicato informou que essa proposta vai ser votada pela internet pelos metalúrgicos nos próximos dias. Enquanto isso não é realizado, os trabalhadores estão em férias coletivas que terminam no dia 12 de abril. 

O vice-presidente do Sindicato da categoria em São José dos Campos, Renato Almeida, comentou sobre a negociação.

“Deixamos na mesa de negociação a proposta de licença remunerada por dois meses, prorrogável por mais dois, e estabilidade por 12 meses. Após o período de coronavírus, já vemos uma recessão vindo. O mais importante para os trabalhadores é a estabilidade. A MP do governo não dá a proteção devida ao trabalhador”, disse.

A associação defendeu ainda o lay-off, sem corte de salários, mas que a empresa não aceitou. 

Leia também: Urgente! Bolsa Família vai pagar R$600 aos seus beneficiários

Em nota, a General Motors informou que vem tomando medidas que visam proteger a saúde dos colaboradores em meio à pandemia de Covid-19, ao mesmo tempo em que busca alternativas para garantir o futuro do negócio e que neste sentido, foram implementadas medidas como banco de horas, férias coletivas, planos de redução de custos e, inclusive, adiamento de investimentos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA