Este Banco vai aumentar valor do auxílio emergencial e surpreende clientes

O Banco Original anunciou que vai oferecer mais R$60 à mais para os beneficiários do auxílio emergencial de R$600 que escolherem o banco para receber esse pagamento.  O governo não limitou os saques em instituições tradicionais, e até mesmo fintechs e bancos digitais são autorizados a fazer o repasse. Instruções completas de como conseguir esses R$ 60 a mais no auxílio.

Banco Original revoluciona e aumenta VALOR do 'coronavoucher' para clientes
Banco Original revoluciona e aumenta VALOR do ‘coronavoucher’ para clientes (Imagem:Reprodução/Google)

Para receber o chamado ‘coronavoucher’, os correntistas que tiverem direito a esse auxílio devem cadastrar a conta do Original no momento de acessar o aplicativo Auxílio Emergencial ou site da Caixa

Leia também: Liberado! Calendário de saque dos R$600 é divulgado pela Caixa

Esse valor adicional de R$60 será depositado para os beneficiários que forem correntistas do Original junto com a primeira parcela do auxílio, conforme informou o banco por meio de um comunicado.

O Banco Original foi o primeiro no país a lançar uma conta digital com a possibilidade de abertura pelo aplicativo. Já o auxílio emergencial é uma medida do governo para enfrentar a crise causada pelo coronavírus.

O benefício é pago aos informais, autônomos e MEIs. Os pagamentos começaram a ser feitos nesta quinta-feira (9) para clientes da Caixa Econômica e Banco do Brasil.

As mulheres que forem mãe e chefe de família poderão receber R$1,2 mil por mês. O pagamento será realizado em três parcelas e as datas para receber são diferentes. 

Para receber o saque é preciso que o cidadão se encaixe em uma das condições:

  • Ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
  • estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;
  • Cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;
  • Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.

Os beneficiários deverão cumprir todos os requisitos abaixo:

  • Ter mais de 18 anos de idade;
  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • Ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
  • Não receber benefício previdenciário, assistencial ou seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família

Leia também: Coronavírus: saque FGTS de R$1.045 é publicado; veja quem vai receber!

  • Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA