FGTS de R$1 mil é o novo plano do governo contra o Covid-19

Medidas tomadas para a atenuação dos problemas econômicos causados pelo coronavírus estão sendo amplamente divulgados nos últimos dias. Desta vez vamos falar sobre a liberação adicional do FGTS que pode chegar a R$1.000 por conta.

FGTS de R$1 mil é o novo plano do governo contra o Covid-19
SFGTS de R$1 mil é o novo plano do governo contra o Covid-19 (Foto: FDR)

A medida esta tecnicamente pronta, porém ainda falta a batida do martelo que vai definir o valor exato que será depositado, se será o mencionado ou um valor menor. Também é estudado quando o dinheiro poderá ser liberado.

Leia Mais: Saque-aniversário do FGTS começou! Veja quando você vai receber o benefício

Esta medida tem como alvo um segmento de trabalhadores formais, que estão enfrentando uma forte ameaça de desemprego perante aos estragos econômicos trazidos pelo coronavírus. Os trabalhadores informais foram priorizados com o apelidado “coronavoucher” que pagará um valor de R$600 a estes trabalhadores.

Já as micro e pequenas empresas, passam a ter a oportunidade de fazer o adiamento do pagamento da parcela federal do Simples e também das linhas de financiamento de capital de giro.

O governo já espera uma grande recessão na economia e investir uma parte deste dinheiro no FGTS, é uma maneira de dar um gás no poder de compra das famílias cujo os membros não perderam o emprego, mas que devido as incertezas estão receosos com compras.

O anuncio da medida pode acontecer ainda esta semana, mesmo que as definições sobre o “coronavoucher” também precisam acontecer nos próximos dias. Outra medida que aguarda definição final é que trata da redução da jornada de trabalho com redução de salários, em que parte da remuneração dos funcionários será arcado pelo seguro-desemprego.

Leia Mais: Valor do seguro desemprego: saiba quanto tem direito a receber

Além da nova rodada de saques do FGTS, o governo também usou o fundo para dar uma sobrevida ao caixa para as empresas. Na primeira rodada de medidas, o governo permitiu o diferimento (adiamento) por três meses do recolhimento mensal feito ao FGTS.

Neste ano também está disponível o recebimento do fundo de garantia no valor de 5% a 50% do que está disponível na conta. Os saques começaram neste mês.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA