Em meio a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas acreditam que a melhor saída é estocar alimentos e artigos importantes para a casa, o que pode gerar uma escassez em momentos críticos. Nos últimos dias encontrar o gás de cozinha foi bem mais difícil que o habitual. Esse problema esta perto de ser resolvido já que a Petrobras divulgou a importação do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e uma redução no preço .

Gás de cozinha será reabastecido nas distribuidoras 10% mais barato
Gás de cozinha será reabastecido nas distribuidoras 10% mais barato (Foto: Google)
publicidade

Segundo informações, a importação da Petrobras de três navios carregados de GLP, que equivale a 1,6 milhão de botijões, tem o objetivo de reforçar o abastecimento e tentar minimizar a necessidade que alguns consumidores têm de estocar gás.

Leia Mais: Fintechs são autorizadas a emitir mais cartões de crédito

O primeiro navio chegou ao Brasil ontem (30), enquanto os demais tem previsão para os dias 6 e 10 de abril.

Foi ressaltado pela Petrobras que “não há qualquer necessidade de estocar GLP neste momento, pois não haverá falta de produto para abastecer a população”.

A cidade de São Paulo foi a mais atingida com a demora para a reposição do gás de cozinha nos últimos dias. As compras tiveram um aumento rápido de 20% de acordo com a Sindgás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo).

Perguntado sobre a situação, Sérgio Bandeira de Mello, presidente do SIndgás, afirmou que em uma semana o problema estará resolvido.

“A gente não percebe um aumento do consumo de GLP, a gente percebe neste momento uma antecipação de compra“, disse Mello à Reuters.

E informou que haverão campanhas para incentivar que o consumo consciente e solidário em um momento de dificuldade seja praticado. Neste período de isolamento muitos precisam do GLP.

Sérgio falou também que os agentes da GLP já estavam preparados para encarar o momento difícil de combate ao coronavírus. Foi garantido por ele que toda a logística necessária para o abastecimento está funcionando de forma normal. No Brasil, 96% das casas utilizam gás de cozinha.

Redução no valor do gás de cozinha

Falando em preços, a Petrobras irá reduzir em 10% o valor médio do botijão de gás de 13 kg, os usados em casas. Esta porcentagem equivale a R$21,85. O desconto entra em vigor a partir de hoje (31).

“A Petrobras conta com as distribuidoras e revendedores para que essas reduções do preço do botijão de gás cheguem até o consumidor final”, afirmou a empresa em nota.

Leia Mais: Banco do Nordeste lança crédito incrível para empreendedores informais

Para finalizar, Sérgio reforça o pedido para que os consumidores denunciem caso observem qualquer tipo de preço abusivo. A partir das denúncias, providencias serão tomadas para coibir essas ações.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.