Adiamento das dívidas em bancos já somam 862 mil pedidos

Com o avanço do coronavirus, era esperado que acontecessem dificuldades para as famílias e empresas arcarem com as dívidas. Como forma de ajuda, os cinco maiores bancos em operação no país: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú e Santander, anunciaram a suspensão da cobrança de parcelas para algumas linhas de financiamento. Já existem mais de 862 mil pedidos.

Adiamento das dívidas em bancos já somam 862 mil pedidos
Adiamento das dívidas em bancos já somam 862 mil pedidos (Foto: Google)

Se o cliente sentir a necessidade de utilizar a pausa, deve comunicar ao banco. O lado ruim desta história é que muitos clientes já sentem dificuldade neste passo inicial.

Leia Mais: Banco do Nordeste lança crédito incrível para empreendedores informais

De acordo com a revista Exame, que fez o contato com os bancos através dos canais de atendimento para analisar este processo da mesma forma que os clientes de cada um faria, encontrou informações desconexas e longo tempo de espera.

Foram ouvidos relatos de muitos clientes que contaram suas dificuldades em conseguir esta pausa na cobrança de suas dívidas. Na Caixa, uma cliente utilizou o aplicativo Habitação para pedir o serviço em seu financiamento imobiliário, e como reposta, o banco informou que entraria em contato em até 48 horas.

Já no Santander, outro cliente foi informado de que a solicitação de pausa deve ser feita sete dias úteis antes do vencimento das parcelas.

Os problemas seguem nos outros bancos. O Bradesco já conta com reclamações no site Reclame Aqui sobre a conduta neste procedimento. Uma cliente tentou por mais de um dia entrar em contam com o banco, e ao conseguir, não teve o pedido de adiamento concedido.

No Banco do Brasil, um cliente relatou que foi informado de que não havia este adiamento. E por fim no Itaú, um correntista tentou por vários dias entrar em contato com o banco pelo telefone. Sem sucesso, decidiu ir até a agência e mesmo assim não teve o objetivo alcançado.

Já era esperado que acontecessem dificuldades no início, pois naturalmente há um grande aumento de procura nos canais de atendimento. A pausa neste momento é importante para vários consumidores. Além disso, um novo tema sempre leva um tempo para ser totalmente absorvido pelos funcionários responsáveis pelas informações.

Leia Mais: Fintechs são autorizadas a emitir mais cartões de crédito

O Bradesco, banco que mais recebeu reclamações, informou que esta atendendo todas as solicitações de prorrogação dos prazos dos contratos de financiamento. Em nota afirmou que “as condições estão sendo mantidas. Eventuais manifestações são casos pontuais e o banco permanece à disposição para resolver”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA