Saiba como receber o auxílio de R$300 pago aos trabalhadores informais

Novidades estão sendo desenvolvidas pelo governo federal para impulsionar a economia durante a pandemia de coronavírus. Entre elas, o aumento do auxílio de R$200 para R$ 300 destinado a trabalhadores informais de todo o país.

Saiba como receber o auxílio de R$300 pago aos trabalhadores informais
Saiba como receber o auxílio de R$300 pago aos trabalhadores informais (Imagem: Reprodução/Google)

O anúncio foi divulgado nesta quarta-feira (25) pelo secretário de política econômica, Adolfo Sachsida. A expectativa do governo é de realizar o aumento de R$ 100 no valor que será repassado a este público.

Leia Também: Voucher para trabalhadores informais poderá saltar de R$200 para R$300

Este benefício faz parte de um pacote de medidas anunciada na última semana pelo ministro da economia, Paulo Guedes. Ações são desenvolvidas para tentar barrar os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o ministro, o valor de R$ 200 custará aos cofres públicos o equivalente a R$ 15 bilhões, considerando R$ 5 bilhões por mês, uma vez que o benefício será repassado por três meses aos trabalhadores.

A quantia será destinado aos que não têm carteira assinada e não recebem outro benefício do governo, a exemplo do seguro-desemprego e Bolsa Família. A expectativa é de contemplar 20 milhões de pessoas durante a crise.

Mas a medida ainda não está valendo e deverá ser votada via projeto de lei, encaminhado ao Congresso Nacional. Os detalhes não foram divulgados sobre o recebimento e etapas, porém, especialistas detalham como poerá ser feito.

Como os trabalhadores informais receberão o auxílio

Até o momento, o que se sabe é que o governo irá utilizar o Cadastro Único para identificar os beneficiários. Desta forma, irão receber o voucher aqueles que têm mais de 18 anos, não sejam contemplados por outro programa federal e que não tenham emprego com carteira assinada.

Leia Também: Covid-19: governadores pedem ajuda de custo mensal para todos os brasileiros

Vale destacar que para ser inscrito no Cadastro Único é preciso comprovar ganho familiar mensal de no máximo dois salários mínimos por mês.

Conforme o que já foi divulgado, os interessados que fazem parte da plataforma já estarão cadastrados automaticamente entre os beneficiados.

O dinheiro será repassado de acordo com o Ministério da Cidadania direto na conta informada quando o registro foi feito, ou, por meio de um cartão magnético próprio para o saque de programas sociais.

A verificação pelo governo se essa pessoa tem um emprego com carteira assinada será feita por meio do Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

O prazo para realizar o pagamento ainda não foi definido. Os que têm MEI também podem receber o benefício, desde que se enquadrarem nos critérios definidos pelo governo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA