Saque do FGTS de R$500, R$998 ou R$498? Saiba quanto tem direito

Os trabalhadores que possuem saldo no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), podem receber diferentes quantias do fundo, que vão de R$498 até R$998. O valor exato para o saque do FGTS depende do saldo atual do trabalhador, e de quantas contas possuí. 

Saque do FGTS de R$500, R$998 ou R$498? Saiba quanto tem direito
Saque do FGTS de R$500, R$998 ou R$498? Saiba quanto tem direito (Imagem:Montagem/FDR)

O saque imediato pode ser realizado apenas uma vez pelo trabalhador. O saldo pode ser retirado de todas as contas ligadas ao FGTS, sejam elas ativas, ou seja do trabalho atual e das inativas, que são de empregos anteriores.

Leia também: Saque FGTS imediato acaba no próximo dia 31; saiba como receber

Essa modalidade de liberação do dinheiro começou no mês de setembro do ano passado, e até o dia 31 de março de 2020 segue disponível para todos os trabalhadores.

Qual valor do saque do FGTS

Os valores dependem do saldo que o trabalhador acumulou. Aqueles que possuírem um saldo maior que o de R$998 poderão sacar até R$ 500.

O trabalhador que acumulou o valor de R$998 até o dia 24 de julho de 2019, pode zerar sua conta recebendo toda a quantia.

Aqueles que haviam realizado o saque de R$500 reais, que foi a primeira quantia liberada pelo governo. E que mais tarde, com a liberação do novo limite em dezembro perceberam que se enquadravam nesta condição. Podem fazer o saque do FGTS de R$498, isto é, do saldo que ficou em sua conta. 

Vale dizer que esses limites são por conta, e se funcionário possuir mais de uma cota no FGTS, de empregos anteriores por exemplo. Poderá receber quantia ainda maior.

Ex.: Maria acumulou com seu trabalho em 2011 R$750,00 no fundo de garantia. E no emprego atual já possuí R$1.383,00. Nesse caso, da primeira conta poderá receber tudo (dentro do limite de até R$998). E da segunda conta pode sacar até R$500. Ao todo, no saque imediato Maria vai receber R$1.250,00.

Os trabalhadores que possuem conta na Caixa Econômica Federal terão o dinheiro creditado na conta e não precisarão ir até o banco para retirar. 

Já os que não possuem conta no banco devem comparecer a uma agência, caixa eletrônico, lotéricas ou correspondentes da Caixa Aqui para o saque. É necessário levar o cartão cidadão, sua senha e documento de identificação com foto.

Caso o saque esteja travado é possível que seja por conta de nome errado ou algum dado desatualizado, a correção deve ser feita em alguma agência da Caixa. O trabalhador deverá levar um documento com foto e a atualização poderá ser feita na hora. 

Leia também: Saque FGTS imediato acaba no próximo dia 31; saiba como receber

Caso não retire o dinheiro até o prazo final, que é no dia 31 de março deste ano, o saldo voltará para o fundo sem prejuízo na rentabilidade. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA