Meu INSS ganha nova versão, mas não se atualiza com regras da Previdência

Sistemas do INSS passam por atualização, mas ainda não se adequaram as novas regras da previdência. A partir de agora, os aposentados e pensionistas que acessarem o aplicativo ou site do Meu INSS encontrarão uma nova versão. A página foi modificada e apresenta um novo layout que informa o tempo de contribuição e pontuação do trabalhador. Entretanto, ainda não e possível acessar a calculadora da aposentadoria.

Meu INSS ganha nova versão, mas não se atualiza com regras da Previdência
Meu INSS ganha nova versão, mas não se atualiza com regras da Previdência (Imagem: Reprodução / Site Meu INSS)

Responsável por simular o tempo que falta para que o trabalhador tenha direito ao benefício, a ferramenta ainda está indisponível.

Ao tentar acessa-la, o usuário recebe uma notificação do instituto com os seguintes dizeres: “Estamos atualizando o simulador para adequação às novas regras de aposentadoria (Emenda Constitucional n° 103 de 12 de Novembro de 2019)”.

Leia também: Pente fino do INSS pode interferir na aposentadoria? Saiba as regras

Segundo a Dataprev, as modificações fazem parte do plano de ação da nova previdência. Ao ser questionada sobre quando o sistema estaria inteiramente preparado para atender a todas as demandas do INSS, a empresa afirmou que até março o serviço será concluído.

Além disso, alegou que, por enquanto, a maioria dos benefícios já estão disponíveis para consulta, uma vez em que o portal já habilitou a aprovação e análise das seguintes modalidades:

  • Concessão de salário-maternidade;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-reclusão;
  • Benefícios de Prestação Continuada ao idoso e à pessoa com deficiência (BPC/Loas);
  • Pensão por morte;
  • Aposentadoria rural no valor do salário mínimo;
  • Pensão especial destinada a crianças com microcefalia decorrente do zika vírus.

“Esses benefícios representam mais da metade de toda demanda recebida diariamente pelo INSS”, defendeu a empresa.

Leia também: Empréstimo Usecasa Santander: Crédito com garantia

É válido ressaltar que, mesmo aprovada no dia 12 de novembro de 2019, as regras da reforma ainda seguem de fora dos Meu INSS. Esse vem sendo o principal motivo pelo qual as filas de espera de análises dos benefícios já ultrapassam o número de mais de 2 milhões de pedidos.

Trata-se da maior crise da história do instituto, que precisou contar com a ajuda do governo federal para a realização de uma força tarefa que contenha os atrasos.

Com os pedidos em suspensão, o INSS terá que arcar financeiramente não só com os valores durante a época de atraso, como também com milhares de ações judiciais que vem recebendo em seu nome.

Legalmente, o prazo de resposta da validação de um benefício deve ser de até 45 dias, entretanto este vem sendo desrespeitado e já ultrapassa mais de 120 dias.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA