Calendário do Bolsa Família libera pagamento nos próximos dias em MG

Os beneficiários do Bolsa Família residentes das áreas atingidas pela chuva em Minas Gerais (MG) têm a oportunidade de realizar o saque de forma diferenciada. Por causa dos problemas climáticos presentes na região, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) achou por bem adiantar o calendário do Bolsa Família nessas regiões.

Calendário do Bolsa Família libera pagamentos na semana que vem em MG (Reprodução/Google Imagens)
Calendário do Bolsa Família libera pagamentos na semana que vem em MG (Reprodução/Google Imagens)

Desta forma, os moradores da cidade de Belo Horizonte, capital do estado de MG, e demais municípios prejudicados com os desastres. Irão realizar o saque do benefício no dia 13 de fevereiro.

Independente da data do calendário do Bolsa Família, que leva em consideração o final do Número de Identificação Social (NIS). E que faria os pagamentos progressivamente em duas semanas corridas.

Leia Também: Calendário do Bolsa Família de fevereiro será diferente em dois estados; veja as datas 

O cronograma oficial de recebimentos do benefício é definido de acordo com o Ministério da Cidadania e visa oferecer o recebimento de forma pausada, para que não haja tumultos na hora do pagamento.

Mas, desta vez, as mudanças foram, de acordo com o governo, para amenizar situação das famílias beneficiárias do programa neste período chuvoso.

Já aquelas famílias no quais não têm mais o cartão do Bolsa Família e documentação civil oficial para efetivar o recebimento por perca durante as chuvas ou deslizamentos, devem ficar atentas ao procedimento orientado pelo estado.

Este público deverá apresentar a Declaração Especial de Pagamento, no qual é emitida e assinada pelo gestor municipal do programa, nas agências da Caixa Econômica Federal.

Para aqueles que estão abrigados nas pousadas ofertadas pela prefeitura, as equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania farão uma ação específica voltada à emissão da declaração até o dia 7 de fevereiro.

Leia Também: IPVA 2020 pode ser consultado na internet; aprenda como no passo a passo

Ainda há o público que não está nos abrigos, mas sim, em casa de parentes ou afins. Neste caso, o responsável pela família deverá procurar uma das Diretorias Regionais de Assistência Social localizadas nas nove regionais da cidade de Belo Horizonte.

Chegando lá,  ele deverá apresentar a informação da perda de documentos e do cartão do Programa Bolsa Família.

Outra alternativa disponibilizada pelo Governo estadual é se dirigir a um dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) ou aos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), também com a informação de que perdeu os documentos e o cartão.

Este procedimento de saque com a declaração e orientações especiais é válido para os meses de fevereiro e março para os beneficiários do Bolsa Família nas regiões atingidas pelas chuvas no último mês em Minas Gerais.

Vale lembrar que no Espírito Santo a antecipação do calendário do Bolsa Família também foi confirmada. A liberação para todos os atingidos acontece a partir de quarta-feira, dia 12 de fevereiro.

No restante do Brasil, os pagamentos serão feitos normalmente seguindo o cronograma pré definido e divulgado neste início de ano.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.