Novo salário mínimo é publicado por Bolsonaro e valor sobe para R$1.045

Liberado! Novo salário mínimo é definido e aprovado pelo presidente Jair Bolsonaro. Após período de instabilidade e reajustes, o piso nacional foi finalmente sancionado e passará a ser de R$ 1.045. O valor será utilizado como referência para definir o pagamento dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social, renda mensal dos servidores públicos, privados e mais.

Liberado! Novo salário mínimo é assinado por Bolsonaro e sobe valor para R$1.045
Liberado! Novo salário mínimo é assinado por Bolsonaro e sobe valor para R$1.045 (Imagem: Reprodução/Google)

A medida passará a entrar em vigor já nos pagamentos de fevereiro, reajustando as liberações citadas acima. Para poder definir a quantia, o ministério da economia levou em consideração os índices do INPC que ficaram de 4,4% em 2019.

Leia também: Governo busca soluções para bancar novo salário mínimo

Antes de fechar na quantia atual, o valor do mínimo foi reajustado duas vezes. Inicialmente, ainda em 2019, o presidente Jair Bolsonaro informou que não haveria mudanças no orçamento.

Entretanto, no mês de dezembro ficou definido, por meio de uma estimativa da inflação, que o piso seria reajustado para R$1.039.

Já no dia 14 de janeiro deste ano, Bolsonaro fez um novo pronunciamento informando que o cálculo teria que ser refeito. Segundo ele, o pagamento ficou abaixo do esperado no INPC e por isso seria reformulado novamente, dando um acréscimo de R$ 6 por trabalhador.

Durante o comunicado, o presidente disse que sua equipe econômica estaria avaliando a situação dos cofres públicos antes de confirmar o aumento no pagamento.

Segundo ele, para cada R$ 1 à mais no novo salário mínimo, há uma despesa de aproximadamente R$ 30 milhões nas contas da união.

Impacto do novo salário mínimo sobre o INSS

Bolsonaro enfatizou que o reajuste do piso impactará diretamente nos pagamentos do INSS, uma vez em que os benefícios têm como base o piso nacional. Por isso, enfatizou que o gasto para o governo será maior, já que é o responsável pela liberação da verba.

É válido ressaltar que a aprovação da mudança no mínimo foi feita depois da definição do orçamento publico de 2020. Isso significa que a quantia não estava sendo esperada pelos gestores. Mas precisou ser feita para manter o poder de compra do trabalhador.

O ministério da economia vem estudando novas formas de reaver a despesa de modo que possa folgar mais os cofres públicos. Até então não foi tomada nenhuma providência, mas espera-se que a proposta seja divulgada em breve.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Novo salário mínimo é publicado por Bolsonaro e valor sobe para R$1.045

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA