IPTU Brasília 2020: desconto com a Nota Legal pode ser abatido até hoje (31)

Contribuintes do Distrito Federal precisam ficar atentos. Se encerra nesta sexta-feira (31) o prazo para poder abater os créditos do Nota Legal no IPTU Brasília 2020. O programa permite uma redução no valor total do imposto por meio da atualização do CPF em notas fiscais. Para poder usufruir do serviço é preciso acessar o portal do programa, criar um cadastro por meio do CPF e fornecer a numeração das notas.

IPTU Brasília 2020: desconto com a Nota Legal pode ser abatido até hoje (31) (Imagem: Reprodução - Google)
IPTU Brasília 2020: desconto com a Nota Legal pode ser abatido até hoje (31) (Imagem: Reprodução – Google)

A isenção varia de acordo com a quantidade de notas obtidas e precisará ser registrada até às 23h59 desta sexta-feira.

Na sequência, a oportunidade de desconto ofertada para os contribuintes será por meio da cota única, explicada logo abaixo.

Leia também: IPVA DF 2020: saiba quais as condições de pagamento liberadas pelo governo

O IPTU Brasília 2020 pode ser pago de duas formas. Inicialmente, a primeira rodada presente no calendário em cota única permite uma isenção de 10% no valor total, desde que este seja pago inteiramente à vista.

Já quem quiser dividir, pode parcelar em até 6 vezes, precisando cumprir os prazos estipulados no boleto, sem reajustes e sujeitos a revisão com multas e juros em caso de atraso.

Como consultar o IPTU Brasília 2020

Quem desejar consultar os valores que deverá pagar ao longo do ano, tem acesso a esse serviço por meio do site da Sefaz. Siga o passo a passo:

  • Acessar o site da Secretaria de Estado de Fazenda clicando aqui;
  • Informar o número da sua Inscrição;
  • Selecionar o ano de exercício;
  • Clique em Executar.

Como emitir a segunda via do boleto

Quem não quiser esperar pela correspondência dos correios ou tiver perdido o documento, pode solicitar a segunda via pelo site da Sefaz. O procedimento é simples, basta:

  • Acessar o site da Secretaria de Estado de Fazenda clicando aqui;
  • Inserir o número da Inscrição;
  • Selecionar o ano do seu IPTU;
  • Clicar na opção Executar.

Onde pagar o imposto:

Os contribuintes podem pagar tanto presencialmente, quanto por meio dos aplicativos das instituições financeiras.

Em ambos os casos é preciso estar com o boleto em mãos para poder rastrear o código de barras ou o número da documentação utilizada para quitar a dívida. Este ano, estarão recebendo os pagamentos os seguintes bancos:

  • Santander;
  • Bradesco;
  • Itaú;
  • Banco do Brasil.

Calendário de pagamento IPTU Brasília 2020

Nº FINAL DA INSCRIÇÃO 1ª PARCELA OU PARCELA ÚNICA 2ª PARCELA 3ª PARCELA 4ª PARCELA 5ª PARCELA 6ª PARCELA
1 e 2 05/05 09/06 07/07 11/08 08/09 13/10
3 e 4 06/05 10/06 08/07 12/08 09/09 14/10
5 e 6 07/05 11/06 09/07 13/08 10/09 15/10
7 e 8 08/05 12/06 10/07 14/08 11/09 16/10
9, 0 e X 09/05 13/06 11/07 15/08 12/09 17/10

Apesar de ser destinado para todos aqueles que sejam proprietários de algum imóvel, há categorias que estarão livres do imposto esse ano.

Normalmente, a escolha está relacionada a condição social ou empregatícia do contribuinte. Confira quem não precisará prestar contas:

  • Aposentados;
  • Pensionistas;
  • Beneficiários da Assistência Social;
  • Clubes de Serviços;
  • Entidades Religiosas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.